26 de ago de 2017

[Resenha] Estranho Irresístivel

Livro: Estranho Irresistível #2
Série: Irresistível
Autora: Christina Lauren
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 288
Gênero: Erótico/Romance
Nota: 4.5/5
Um charmoso playboy britânico. Uma garota determinada a finalmente viver. E uma ligação secreta revelada em cores quentes... Após ser traída, Sara Dillon se muda para Nova York em busca de agitação e paixão sem compromisso. É assim que ela encontra um sexy e irresistível dançarino britânico de uma boate que não deveria significar nada além de uma noite de diversão. Mas a maneira – e a velocidade – com a qual ele acaba com suas inibições está prestes a transformar essa relação em algo arrebatador. A cidade inteira sabe que Max Stella ama as mulheres. Isso não significa que ele tenha encontrado uma que realmente desejasse manter por perto. Apesar de atrair muito com seu charme de bad boy da Wall Street, é só quando Sara aparece em sua vida que ele começa a se perguntar se existe alguém para estabelecer uma relação fora do quarto. Encontrando-se em lugares onde qualquer um pode vê-los, o que assusta Sara mais do que ser pega em público é ter Max muito próximo.

Sendo ousada e trazendo temas que talvez não sejam muito explorados nos eróticos, Estranho Irresistível veio sendo como um dos melhores livros da série, até o momento. Com uma protagonista se reerguendo e um homem bastante certo do que quer e é, podemos esperar encontros explosivos.

Sara Dillon quer passar uma borracha em seu antigo relacionamento. Traída da pior forma possível, afinal todos da sua cidade sabiam e ela não, decide ir para Nova York recomeçar do zero. Com ajuda da sua melhor amiga Chloe, elas logo no primeiros dia vão para uma boate comemorar a nova vida. Lá se sentido diferente e ousada, ela conhece um britânico que encantou-lhe aos olhos.



Esse britânico se chama Max Stella. Dono de uma das empresas que tem um contrato com a qual Sara irá lidar, ela entrará numa enrascada sem fim. Uma relação arrebatadora surge fazendo com que nenhum dos dois consegua se esquecer do que aconteceu na boate, levando-os a fazer coisas até então inimagináveis, sem que qualquer sentimento esteja envolvido. Mas eles logo verão que não são capazes de manter longe os corações do relacionamento, e que barreiras passadas precisam ser superadas.

Quando pensava que a autora não teria mais caminhos de trazer novidades, afinal o antecessor tinha um romance óbvio e batido, eis que surge este enredo. Nada do que eu poderia imaginar chegaria ao nível que temos na leitura. Iniciamos as páginas com um empoderamento máximo e nossa protagonista ao sair de um relacionamento, quer mudanças pessoais.

"Grandes estrelas deixam buracos negros para trás. Pequenas estrelas deixam anãs brancas. Eu mal estava deixando uma sombra. Toda minha luz estava indo comigo. Eu estava pronta para começar de novo como um comenta: me reabastecendo, reacendendo e queimando através do céu." pág. 6

Juro que quando comecei a vê-la tomando algumas atitudes que anteriormente ela reprimia, quase levantei meu punho de vitória. E é também onde estará a surpresa toda do volume. Foi trazido um parte do erotismo que até então eu nunca tinha visto ser explorada com o consentimento da mulher. Sim é ficção, porém foi legal ver a forma como foi lidada essa lado sexual que não deve ser abafado na mulher. É uma indireta bem sutil que se ler com atenção captará. Só digo uma coisa: tem a ver com fotografia e locais públicos.

Pensando que não teria como melhorar, conhecemos o Max. Com uma personalidade um pouco oposta da Stella, ele ganha seu destaque. Sem medo de existir, e sendo taxado de algo que não é, ele fará a total diferença "libertando" algo até então preso na nossa jovem. Entendam: ele ajudará. Conseguimos captar e perceber que o amadurecimento da protagonista é pessoal com um empurrão de quem lhe quer feliz, e não algo que aconteceu porque ele fez. Tenho pé atrás com obras que fazem os personagens crescerem porque fulano ou alguém foi responsável. Evoluir, se reconhecer não depende de ninguém, e sim de você mesma.



A escrita é incrível de tão fluida que você lê rapidamente. E conhecendo já como ela funciona pelo antecessor e outra série que já li, nada melhor do que virar as páginas para algo que gosta. Mais uma vez tenho que elogiar termos ponto de vistas alternados porque assim conheceremos a cabeça dos dois. É uma das melhores formas de ler sobre um surgimento de casal e se conectar na minha opinião. 

De forma geral, a leitura é instigante. São raras leituras que saem da mesmice, se arriscam e dá certo. Não só aqui, mas em outras obras da Christina Lauren, elas fazem parecer fácil apostar em algo inusitado. Porque são em todos os pontos diferentes que te conquistam. E a parte climática, onde temos o maior drama, não é descartável ou chato. É plausível dentro do contexto, e consegue te captar na trama. Leio muitos exemplares do gênero, contudo são poucos que posso falar que o drama funciona.

"Talvez fosse isso sobre a Sara. Qualquer pessoa que a conhecesse queria conhecê-la de verdade. Ela não era atraente apenas para mim, com sua inocência se sobressaindo mesmo considerando suas fantasias mais selvagens. Ela era irresistível para todo mundo." pág. 197

Na parte física, as capas, os tons pretos e brancos virou marcas delas, e por isso não tem muito o que falar além de ser um pouco clichê. Gosto todavia não deixa de ser comum. Na narrativa como falando, narrado em primeira pessoa pelo dois pontos de vistas, o que é ótima, e a diagramação é a padrão da editora — espaçamento largo. Na revisão nenhum erro aparente.

Já estou curiosa para ler o terceiro, afinal é a sinopse que mais me chama atenção e espero realizá-la em breve. Me surpreendi bastante com o quanto estou gostando e espero conseguir completar as coleções delas em breve. E vocês, já leram algo da autora? Já leram Estranho Irresistível? Deixa nos comentários!

26 comentários :

  1. Oi Carol, o gênero não me atrai muito, que bom que gostou e te surpreendeu com o desenvolvimento da trama e da personagem. Sei que essa série é bem famosa e não descarto ler, mas não no momento, estou curtindo mais um terrorzinho básico.
    Parabéns pela resenha.
    Bjos
    Vivi

    ResponderExcluir
  2. Olá Carol;
    Adoro enredos com relações arrebatadoras, e ainda mais quando o combinado é não se apaixonar. Tipo o pega, mas não se apega que no fim sempre vai pelo cano rsrs.
    Curiosa quanto as indiretas que tem haver com fotografias... Conhecia a série apenas de nome, nunca tinha lido a resenha, mas adorei e com certeza cai pra lista de desejos.
    Beijos.

    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/2017/08/titulo-sequestro-autor-luiz-madureira-n.html

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carol!
    Já tinha ouvido falar da série e, lendo as sinopses dos demais livros, esse aqui parece ser realmente o melhor. rsrs
    Gostei da sua resenha, ela deixa um gostinho de quero mais. Fica a dica anotada aqui!
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, por isso irei pular a dica, mas fico feliz esteja gostando de ler essa série e desejo que o desfecho seja fascinante para ti.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Essa série vem ganhando desde que desde que começou a ser lançada e ao contrário de muitas séries, ela não perdeu força e tem o número de leitores sempre em crescimento rsrdrd. Não sou muito fã do gênero mas minha irmã tem todos os livros dessa kk. Acho as capas incríveis. Adorei poder ler seus comentários sobre a obra. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi, Tudo bom?
    Eu não conhecia o livro, mas parece ser ótimo, gosto quando torcemos tanto para uma personagem que quando ela enfim consegue fazer , vencer ou tomar uma atitude queremos levantar o punho em vitoria, é bem bacana o poder de alguns livros fazerem isso.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  7. Oi carol, já li o livro, aliás, gosto desta série. Acho que o casal se completou e um acabou fazendo muito bem para o outro.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Esse livro não me chama a atenção. Tenho visto críticas positivas e tal, mas a capa, a sinopse e o conjunto me parece que não vai me agregar. Posso estar enganada e cometendo uma injustiça literária, mas por enquanto passo.
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Oii, Carol! Essa série é maravilhosa, o Max é o meu segundo personagem preferido, depois do Will haha. Também gostei muito da história desse casal, que é divertida e ao mesmo tempo intensa e envolvente. Gostei até mais do que o primeiro pelo conteúdo ser menos clichê. Estou ansiosa para saber a sua opinião sobre a história do Will e da Hanna, bjss!

    ResponderExcluir
  10. Eu li Cretino Irresistível e gostei muito! As cenas são muito intensas! Depois é que descobri que era uma série. Gostei de saber sua opinião sobre Estranho Irresistível e espero ler esse em breve.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não li os livros, mas pela sua resenha eu me animei muito mais com esse volume do que com o anterior. Achei a capa maravilhosa e estou bem curiosa para ler os livros.

    ResponderExcluir
  12. Oii, tudo bem?
    Confesso que não costumo ler esse tipo de livro, romances hot não me chamam muita atenção. Ainda assim, fico feliz que tenha curtido a leitura e tenho certeza que para quem gosta do gênero deve ser um ótimo livro.
    Beijos,
    Karina.
    Páginas Empoeiradas

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Amo essa história do Max! Aliás toda a série é maravilhosa, preciso ler o desfecho lançado a pouco tempo.
    Vai deixar saudades essa turma!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  14. Oiii!

    Sabe que eu nunca fui muito afim de ler essa série? Mas depois de tantas resenhas e claro, depois dessa sua, eu meio que mudei de opinião! Tô mais curiosa para saber como a escrita da autor pode ser tão boa assim <3
    Gostei da sua resenha, está incrivel! As fotos tbm!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem? O gênero já está batido para mim, faz muito tempo que não li um, mas gostei do que você mencionou sobre a protagonista não se deixar influenciar pelo parzinho e a mudança surgir por causa de si mesma. Também tenho dificuldade com narrativas que a diferença pessoal é sempre promovida pelo outro, acho que diminui a mulher e a coloca como secundária de sua própria vida. E, apesar de ser ficção, acredito que ela tem um grande papel na vida real, então, nada mais justo do que fazer uma diferença positiva nas leitoras, né?

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Que bom que o livro sai da mesmice e dá certo! Muito bom ver livros de romance que saem um pouco da "casinha" e são proveitosos. Eu não tenho muita vontade de ler essa série, mas quem sabe futuramente eu me arrisco nas leituras :D Ótima resenha!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Apesar do enorme sucesso, não é um livro que me chama a atenção. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  18. oie, o perfil dessa autora não faz meu estilo, pois não curto obras hots. mas achei interessante ter um certo empoderamento feminino e pontos de vista alternados, essas certamente são coisas que cativam o leitor. tomara que você goste dos próximos livros dasérie

    ResponderExcluir
  19. Sabe que nunca havia animado em ler esta série. Até tenho o primeiro livro, mas sempre passo outros na frente. Ao ler o seu texto fiquei interessada e, assim que me reorganizar, poderei dar uma chance. Concordo contigo que é bom ver uma personagem se redescobrindo e evoluindo por si mesma - é uma forma de inspiração. Abraços!

    ResponderExcluir
  20. 'foi legal ver a forma como foi lidada essa lado sexual que não deve ser abafado na mulher' concordo com você, a sexualidade da mulher carece de ser explorada e quando você disse que tem relação com fotografia, logo lembrei do projeto Apartamento 302, antes era apenas a fotografia e agora é um programa no Canal Brasil que conta com o relato das mulheres, lindo de viver. me empolguei com sua resenha ^^

    ResponderExcluir
  21. Comecei a ler essa série mas depois parei.
    Vou ter que começar tudo d novo! aff.. huahuahua
    Mas eu lembro ter gostado bastante!
    Adorei sua resenha!!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  22. Oie amore,

    Tenho toda série desse livro online, mais ainda não tive vontade de ler sabe... quem sabe agora lendo sua resenha tomo coragem, que maravilha de livro ^.^

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  23. Oie!
    Eu já li essa série e é ótima, realmente a narrativa da autora é bem envolvente e viciante.
    Estou até com saudades de ler novamente essa história.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  24. Olá!

    Eu li essa série (não toda) e digo que achei esse o mais original de todos os livros, gosto muito da escrita das autora e da construção dos personagens, mas Sara e Max são incríveis e tem uma história incrível, achei a temática bem diferente e interessante. Adorei a sua resenha e espero que continue curtindo a série!

    Beijos e Sucesso!

    ResponderExcluir
  25. Oiee!!

    Ah, esse livro... li ele ano passado, acho, ou retrasado, já não lembro. Foi muito amorzinho a leitura, e dei muita risada kkkk todos os outros livros da série são bons também
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Oi, Carol :)
    Está aí uma série que adoro as capas!!!
    Depois de ler Cinquenta Tons me vi extremamente tentado na época a ter essa nova série como favorita mas infelizmente de repente tomei um porre do gênero erótico e fui me afastando cada vez mais.
    Mas estou extremamente surpreso em saber que esse livro não apresenta um canalha, uma guria quebrando a cara por causa de um babaca. Mas sim de uma mulher tentando superar os seus traumas e se reencontrar!
    Só posso dizer que comecei novamente a desejar ler essa série. Se não pelos outros mas pelo menos por esse segundo livro em específico.
    Obrigado pela resenha sincera e sem papas na língua.
    Abraços

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)