12 de jul de 2017

[Resenha] Escândalo de Cetim

Livro: Escândalo de Cetim #2
Série: As Modistas
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Gênero: Romance de Época
Nota: 4/5
Irmã do meio entre as três proprietárias de um refinado ateliê de Londres, Sophia Noirot tem um talento inato para desenhar chapéus luxuosos e um dom notável para planos infalíveis. A loura de olhos azuis e jeito inocente é na verdade uma raposa, capaz de vender areia a beduínos. Assim, quando a ingênua lady Clara Fairfax, a cliente mais importante da Maison Noirot, é seduzida por um lorde mal-intencionado diante de toda a alta sociedade londrina, Sophia é a pessoa mais indicada para reverter a situação. Nessa tarefa, ela terá o auxílio do irmão cabeça-dura de lady Clara, o conde de Longmore. Alto, musculoso e sem um pingo de sutileza, Longmore não poderia ser mais diferente de Sophia. Se a jovem modista ilude as damas para conseguir vesti-las, ele as seduz com o intuito de despi-las. Unidos para salvar lady Clara da desonra, esses charmosos trapaceiros podem dar início a uma escandalosa história de amor... se sobreviverem um ao outro. Em Escândalo de Cetim, segundo livro da série As Modistas, Loretta Chase nos presenteia com um dos casais mais deliciosos já descritos. Além de terem uma inegável química, Sophia e Longmore são divertidos como o rodopiar de uma valsa e sensuais como um corpete bem desenhado.

Loretta nos traz uma série que além de encantadora se tornou única, afinal lidarmos com as irmãs Noirot é olharmos para a burguesia da época e seus pensamentos e não focarmos somente na aristocracia. E com Sophia, isso torna-se mais nítido e melhor desenvolvido que seu anterior. Sim, a irmã do meio Noirot me conquistou como nunca.

Lady Clara Fairfax, a cliente mais importante da Maison Noirot, passará por maus bocados. Encontrada em uma situação constrangedora com um lorde, acabará tendo que se sujeitar a casar-se, levando junto uma bagagem enorme de dívidas e credores dele que talvez o dote não consiga pagar. Podendo perder uma das suas maiores clientes da loja, Sophia Noirot junto com o conde de Longmore, irmão da Clara, entrarão em um grande desafio de reverter várias situações que a nossa noiva se colocará para que não ocorra o casamento. E no meio dessa tempestade de escândalos, os dois entrarão num furacão de emoções sem fim, mas que precisa ter um ponto final: Sophia tem que colocar seus negócios, seu sustento e da sua família em primeiro lugar; Longmore tem que lembrar que ela é apenas um caso dentre vários. Pena que o destino nunca age como queremos.

Depois de um longo tempo sem ler romances de época, peguei o volume sem pretensão nenhuma de voltar a ler a temática, muito menos de gostar. E olha, que surpresa boa foi perceber que não foi apenas "mais uma leitura do gênero". Confesso que tinha esquecido o quanto fugir do clássico aristocracia versus sociedade pode ser brilhante em enredos assim.

Com a mesma força  e personalidade que sua irmã mais velha, Sophia apresenta um toque a superior que é ser a aventureira do grupo. Criadora das ideias, dos planos para fazer com que tudo saia ao seu gosto, a trama ganha um quê a diferente quando nos traz essa faceta dela. Vai ser uma história cheia de acontecimentos, aventuras, caracterização, falsos personagens e atuação que irão de cativar a todo momento, sendo a principal diferença para Sedução da Seda.

"Um dia ela se casaria com um homem respeitável, que não se meteria em seu trabalho. Longe de ser respeitável, Longmore era um grande tolo que sempre se metia na vida dos outros. Além disso, era o filho mais velho de uma mulher que queria ver as irmãs Noirot varridas da face da Terra. Somente uma tonta se envolveria com ele." pág. 12

Lembro que essa voz altiva de "sou trabalhadora, continuarei sendo costureira e sei das minhas condições" já recorrente do antecessor, ganha força. Sou completamente rendida a "esse amor ao que faz, que meu trabalho está em primeiro lugar" porque ganha um toque feminista, um toque quero minha independência como nunca visto antes em exemplares assim. E torna-se mais crível porque não vem de uma duquesa, marquesa ou algo parecido. Vem da burguesia.

Escândalo de cetim é dinâmico e corrido no sentido de que tudo acontece ao mesmo tempo, no mesmo momento e temos que dar conta de todas as informações dadas. Tem reviravoltas e ações, que me conquistaram de primeira somado a uma protagonista com voz própria e um personagem que em alguns momentos nos mostra ser hilário. É perceptível que teremos uma ótima narrativa desde a primeira página.



E talvez esse também seja o ponto negativo: temos tantos cenas a serem solucionadas e resolvidas que o final parece corrido. É aceitável até mesmo pelo jeito que Longmore resolve as situações — do nada, rapidamente, do jeito que ele quer e na hora que ele quer — porém nota-se falta de melhores explicações. Por exemplo, um menino que aparece em metade das páginas, Fenwick, no final nem foi citado muito menos lembrado. Senti falta de pontuações finais a diversos acontecimentos. 

Apesar de levantar essa questão, de forma geral é ótimo a obra. Me despertou novamente a vontade de ler mais, a autora traz elementos diferentes que ao meu ver tornaram-se único em As Modistas, além de um novo olhare aos romances de época que tem um mercado passando talvez por saturação, afinal temos muito deles nas prateleiras.

"Ela também gostou de ele ter sido o primeiro. O mundo estava cheio de homens galanteadores falsos. Marcelline havia se casado com um, antes de Clevedon. Lady Clara entrou em uma enrascada com outro. Mas, quaisquer que fossem os defeitos de Longmore, ele era exatamente o que demonstrava ser. Ele mesmo. Sempre. Isso a tranquilizava." pág. 178

Na parte física, a capa é agradável e típica do gênero com uma pequena diferença de trazer esse tom vibrante de verde. Ficará bem bonito quando todos da série estiverem lançados justamente por causa dessa diversidade de cor. A diagramação é também a comumente usada pela editora, com pequenos detalhes nos inícios de capítulos que trazem manchetes de jornais sobre moda e vestidos. A narrativa é feita em terceira pessoa pelo ponto de vista dos principais personagens.

Já estou ansiosa pelo terceiro lançado recentemente e que conta a história da irmã mais nova. Espero também adorar assim como os dois primeiros. E vocês, já leram algo da autora? Já leram a série? Deixa nos comentários!

35 comentários :

  1. Estou louca para ler esse livro e os diversos livros de romance de época que existem por ai rsrsrs
    Sua resenha me deixou com mais vontade.

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiii Ana tudo bem?
    Eu sempre acho um luxo essas edições da editora, estou aos poucos começando a ler romances de época, quem sabe essa seja uma ótima leitura e eu dê uma oportunidade, suas fotos ficarão lindas e espero que tenha sempre ótimas leituras.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Eu simplesmente amo romances de época! E simplesmente amei a escrita da autora. Amei sua resenha! E essas fotos incríveis? Lindas demais!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol!
    Adorei a sua resenha e me identifiquei quando você retrata que tá cansada de ler sempre a mesma história - Aristocracia X Burguesia.
    Um recurso que uso é de alternar os gêneros que leio, assim não me cansam. Pelo visto você também utiliza-se deste meio, não é?
    Enfim, essa série tem sido muito elogida pelos leitores, estou só aguardando tudo ser lançado para encarar as linhas e agulhas que a Loretta nos apresenta.
    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Oi, Carol! Eu li o primeiro livro da série e não curti tanto. Assim como a série anterior a essa. Acho que o estilo de escrita da Loretta Chase ainda não me cativou. Fiquei muito curiosa com o segundo livro, a gente sempre fica, não é? Talvez um dia eu ainda dê uma nova chance à autora.
    Bjs
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Eu estou curiosa com os livros dessa série, só que acho que esse volume me deixaria irritada com algumas situações, o que não me faria odiar o livro, claro. Gostei da sua resenha e da sua sinceridade.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adorei a história da Sophie. Além de muito rica em detalhes da época a Loretta nos brindou com uma protagonista bem engraçada e cheia dos disfarces.
    Leitura super recomendada!
    Adorei sua resenha!

    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. Eu li os dois primeiros da série e estou lendo o próximo. Gostei bastante desse segundo volume.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Eu estou acompanhando essa série e adorando cada um dos volumes. Inclusive estou no terceiro livro, mas ainda no comecinho gostando muito!
    Como sempre, o romance de época da editora é tudo de bom.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem?
    Que lindeza esse livro! Ele está na minha lista, sou super fã de romances históricos e os elogios a escrita da Loretta sempre me deixam animada. Adorei saber que tem revira voltas, ação e um toque de humor, isso torna a leitura bem leve e agradável, né?
    Adorei poder conferir seus comentários sobre o livro, espero poder ler em breve.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Ouço e leio muita gente falando desses livros, mas não consigo gostar deles. Acho as histórias bem repetitivas e cansativas, então, passo a dica =/

    ResponderExcluir
  12. Olá!! :)

    Eu já ouvi falar deste livro e fiquei curioso com a leitura deste livro! Mas não sei se lerei por não gostar do género.

    De qualquer das formas, acho que e mau quando o final e assim tao corrido, depois de tantos mistérios...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  13. Nunca li um romance de época, mas tenho muita curiosidade.

    ResponderExcluir
  14. Olá, eu tenho esse livro mas ainda não o li. Algo que me fascina nessa série da Loretta é não termos protagonistas femininas nobres, mas trabalhadoras, o que torna tudo mais interessante.

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?

    Não sou lá muito fã de romance de época, acho um tanto enfadonhos, mas pela sua resenha acho que vale a pena arriscar com esse. Vou dar uma chance, vai que me empolgo.

    bjss

    ResponderExcluir
  16. É uma pena quando um livro deixa pra resolver tudo no final e parece aqueles últimos capítulos de novela, tudo corrido pra terminar. Mas que bom que você gostou apesar disso.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Oi Carol, tudo certinho?!?! Adoro essa série da Loretta. Achei as mocinhas todas cheias de personalidade e as histórias são excelentes!!
    Adorei a resenha e as fotos!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi Carool, eu não achei o final corrido, achei que veio em um bom ritmo desde o início, com as emoções na medida certa. Adorei as irmãs Noirot, e a força que cada uma tem, levando o negócio juntas e ressaltando o ponto forte de cada uma. As capas são mesmas lindas, e juntas ficarão ainda mais lindas.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  19. Oi Carol,

    Se eu te falar que tenho uma espécie de bloqueia com a Loretta? Tentei ler o principe dos canalhas e achei tão arrastado o enredo que larguei o livro. Minha amiga e apaixonada por essa série, talvez um dia acabe dando uma chance novamente para a autora

    ResponderExcluir
  20. Oie
    Adoro a escrita da Loretta. Já li O príncipe dos canalhas e O último do canalhas e gostei bastante.
    Assim q soube q essa série seria lançada já fiquei enlouquecida pois sou apaixonada por romance de época.
    Quero muito esses livros e sua resenha só me fez ficar ainda mais ansiosa. Adorei.
    Bjo

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?

    Diferente de vc,não acho que o mercado de romances de época está saturado, pelo que vejo das editoras apostando cada vez mais neles, e são várias editoras, acredito que no momento ele está em alta, ou não apostariam tanto. Mas, ok.

    Quanto a esse livro, "As modistas" é uma série que super quero ler, sua resenha me deixou com mais vontade, sou apaixonada por REs. XD

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá tudo bem? Ele está em alta = saturação para mim. Eu não falei em sentido pejorativo ou de modo negativo, mas sim que temos muitos livros do gênero no mercado. Eu que acompanho regularmente os lançamentos são no mínimo 5 por mês. É muita coisa, então temos um mercado saturado de romances de época. Isso é bom? É otimo, porém veremos até quando isso irá perdurar.

      Leia porque vale bastante a pena. Gostei bastante e a escrita da Loretta é ótima também.
      Beijos!

      Excluir
  22. Eu li esse livro e gostei bastante do casal protagonista desse livro, e de como a história se desenrola, essas irmãs são incríveis! Estou lendo o terceiro, espero gostar tanto quanto. Bjkas

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Não gostei tanto desse livro e apesar de gostar muito da Sophia, o casal não me convenceu, espero que o próximo seja melhor.
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. A capa é bem sugestiva, a resenha e a apresentação da história é bem interessante. Boa noite.

    ResponderExcluir
  25. Eu tô enrolando taaanto pra ler este livro. Tenho sérios problemas com a escrita da loretta. Adoro o gênero, acho que ela escreve maravilhosamente bem mas não consigo fazer fluir a leitura.
    Vou tentar dar uma chance ao livro ;)

    ResponderExcluir
  26. Romance de época é um gênero que está em ascensão, né? Nunca li nenhum (não que eu me lembre) e preciso reparar isso urgentemente. Tenho três livros da Julia Quinn. Já vi algumas pessoas falando que a escrita da Loretta é meio arrastada, então não sei se começaria logo de cara por ela :/

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  27. Oie.
    Eu gosto muito de romances de época e históricos, mas definitivamente não me envolvi com a escrita de Loretta.
    Pelo que li na sua resenha, a questão de ter cenas corridas e falta de explicações convincentes me deixaria desanimada pra continuar a série.
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Oi!
    Eu amo romances de época e estou doida pra ler essa série desde o seu lançamento, mas fiquei desanimada com esse volume em especial justamente por várias resenhas reclamarem dessa falta de explicações. Provavelmente isso seria algo que iria me incomodar durante a leitura mas ainda assim creio que valha a pena dar uma chance à série.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Olá,

    Acredito que essa série é a única que fala realmente de pessoas que não nasceram em berços de ouro, ainda não li, infelizmente. Mas, já li muitas resenhas sobre e estou bem ansiosa para conhecer essa história, pois li um outro livro da Loretta e ela se tornou minha queridinha. Adoro sua escrita e seus personagens! Quero muito ler essa série logo.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  30. Ainda não li os livros da autora, na verdade eu não tenho lido nenhuma série de romance de época. Como estou aos poucos me aproximando do gênero, tenho optado por histórias mais curtas.

    Mas tenho pensado em dar mais um passo e iniciar a leitura desta série, afinal, você me deixou curiosa com a escrita da Loretta e sobre as irmãs Noirot.

    ResponderExcluir
  31. Oi. Fico contente de esse livro não ser apenas "mais um do gênero", porque além dos livros hot, o que mais vejo são histórias de época que parecem não ter fim. E geralmente são séries intermináveis. Não que não goste, mas sinto falta de algo mais novo, criativo e que foge dos clichês. Enfim, fiquei curiosa e pretendo fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  32. Oiee, tudo bem? Eu adoro o gênero romance de época, mas confesso que alguns livros parecem os mesmos, dado que os autores acabam se prendendo a uma mesma fórmula. Sempre que vejo uma série com algum diferencial fico curiosa pela leitura, e não foi diferente com As Modistas. Espero ter a oportunidade de realizar a leitura <3 Adorei sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Olá! É linda essa coleção. Com certeza, vale muito a pena adquirir.
    Amo romances de época !!! Adorei sua resenha !!!
    super bjooo

    ResponderExcluir
  34. Oi, Carool ^^
    Essa série é uma das que desejo desde o seu lançamento principalmente por conta da capa, mas confesso que me preocupa os seus enredos e agora, após ler as suas impressões, rapidez e acúmulo de acontecimentos. Isso, para mim, me demonstra um sucesso disfarçado. Acho muito estranho quando há esse atropelamento de acontecimentos, se o autor começou algo tem que acabar de forma convincente.
    Espero pode tirar um dia para ler essa série é ter minha opinião formada.
    Obrigado por nos apresentar uma resenha sincera, Carool. Abraços.

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)