2 de jun de 2017

[Resenha] Amante Eterno

Livro: Amante Eterno #2
Série: Irmandade da Adaga Negra
Autora: J.R.Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 448
Gênero: Sobrenatural/Romance/Erótico
Nota: 5/5
Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo para todos à sua volta. Mary Luce, uma sobrevivente de muitas adversidades, entra de maneira involuntária no universo dos vampiros, contando apenas com a proteção de Rhage. Concentrada em combater a sua própria maldição, potencialmente mortal, Mary não está buscando o amor e perdeu sua fé em milagres tempos atrás. Mas quando a intensa atração animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que Mary precisa ser sua e de mais ninguém. E enquanto os inimigos fecham o cerco, Mary luta desesperadamente para alcançar a vida eterna com aquele que ama.

Já falei aqui o quanto adoro quando você não cria expectativas sobre uma determinada história e quando realiza a leitura se pergunta como não tinha gostado antes dos personagens. Amante Eterno é assim. Rhage e Mary te conquistam quando você menos espera.

Trazendo a história do nosso querido Hollywood, Rhage sempre quis um relacionamento que dois dos seus irmãos da Irmandade tem: encontrar uma Shellan. Porém com a sua maldição — toda vez que fica estressado e com raiva, se transforma em uma besta que sai matando tudo pela frente — ele tem medo de colocar seus irmãos e sua possível fêmea em risco. Por isso quando Mary entra de um jeito avassalador na sua vida, ele não esperava que junto viesse um caminhão de emoções.



Mary Luce é uma humana que não tem mais nenhum parente vivo e sem esperança para nada: teve câncer que quase a matou e parece que ele ameaça voltar. Após uma fatídica noite em que conhece um menino de rua que aparentemente pertence ao mundo sobrenatural, ela irá conhecer Rhage. Rhage é tudo que uma mulher sonha e quer, mas Mary sabe que não é uma mulher que todo mundo sonha. Será ela capaz de enfrentar seus maiores medo para ficar com o vampiro? E Rhage, saberá lidar com a sua besta para tentar ter um relacionamento com a humana?

Não esperava a quantidade de informações de qualidade que iria encontrar no volume. Desde que conheci Rhage em Amante Desperto, sabia que suas características iriam dar um bom enredo de livro, porém não da maneira que J.R.Ward trouxe. Você se apaixona pelo casal no segundo que começa a entender o envolvimento. É muito cativante.

"Uma magnífica tatuagem, multicoloria, cobria completamente suas costas. O desenho era o de um dragão, uma assustadora criatura com cinco garras e um corpo contorcido e poderoso. Do seu lugar de descanso, a besta a olhava fixamente, como se de fato espreitasse através de seus olhos brancos. E, enquanto Rhage caminhava, a coisa se movia com as ondulações de seus músculos e pele, mudando de posição, agitando-se." pág. 197

Os elementos que a autora trouxe para completar o romance — além das situações de crimes e ainda a questão dos redutores que nunca é esquecida — é muito bem aplicado. A questão do câncer da nossa protagonista traz o quê todo de drama, no ponto necessário, que fez tudo se desenvolver. Fora a questão dela ser humana, uma complicação e tanto que não poderia passar despercebida. Pontos chaves fizeram com que esse desmembramento de trama crescesse de uma tal maneira que é difícil não gostar, então mesmo na situação como a minha, em que não esperava grandes coisas com esse membro da Irmandade Negra, você se surpreende constantemente.

Paralelo a todo esse desenrolar, outras pessoas se destacaram e muito, fazendo com se tenha a dosagem certa de expectativa para o que vai vir posteriormente — afinal ainda temos 10 livros — ao mesmo tenho que dá constância ao que foco principal. Zsadist e John são dois vampiros que terão bons argumentos a serem trabalhados. Nem falo que estou ansiosa para as obras deles.



Com o mesmo tipo de narrativa e fluidez que o anterior, a autora abusou e usou de todas as cartas na manga que tinha, tanto que reflete na quantidade de páginas: mistério, suspense, erótico, romance, drama tudo no ponto perfeito. Confesso que não consegui encontrar algo negativo. Talvez a insegurança tamanha da Mary que tornou algumas cenas massantes possa se encaixar, porém eram tão poucas que não posso colocar como algo que influencia no todo. 

A razão da nota 5: sou uma leitora que adora quando somos apanhadas de surpresa com algo. Gostar tanto da dupla principal foi com certeza a maior de todas. Amante Eterno por enquanto é meu favorito e se tudo der certo, o projeto da leitura de IAN irá dar continuidade em Junho com o terceiro volume.

"— Olhe, meu senhor, Mary é... diferente para mim. Não vou fingir que entendo a razão disso. Tudo o que sei, é que ela faz meu peito palpitar de uma maneira que não posso ignorar... caramba, que não quero ignorar. Então, a ideia de abandoná-la à mercê da Sociedade simplesmente não é uma opção. No que se refere a ela, todo instinto protetor que tenho é acionada e não posso deixar isso de lado. Sequer pela Irmandade." pág. 209

Na parte física, a capa segue o padrão da série. A diagramação é bem confortável e gosto bastante, sem nenhum erro de revisão aparente e a narrativa é feita em 3° pessoa. Aliás também possui um glossário como o volume antecessor. E vocês, já leram ou leriam a série? Deixa nos comentários!

23 comentários :

  1. Oi Carool!
    Cara, Mary deve ter sofrido... Câncer não é nada fácil.
    Mas é bacana e inesperado ela adentrar no mundo sobrenatural. E ainda mais balançar Rhage.
    Gosrei do seu comentário sobre a escrita da autora, isso me incita a querer ler. Gosto de livros bem trabalhados.
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?
    Essa série está na minha lista, mas no momento tenho fugido de livros com continuações kkkk
    Acho a ideia bem interessante, os vampiros da série parecem ser mais o estilo da Anne Rice (amo) e isso me deixa bem animada pra começar os livros. A narrativa da autora parece ser muito boa pelo que você falou e gosto muito quando um autor tem uma escrita que flui, prendendo o leitor.
    Dica super anotada.

    ResponderExcluir
  3. Nào conhecia essa série e to tentando evitar séries por me deixar ansiosa pra ler tudo. hahahaha. Mas fiquei realmente interessada! Vou anotar a dica!

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Olha só, tenho dois amigos que me enchem a paciência para eu ler essa série um deles que sabe que leio muito livros pelo leitor me mandou quase a série toda em PDF rs
    Eu tenho até curiosidade, pois, amo histórias com vampiros maaaa, meu! A série é ENORME! kkkkk
    Esta série e A Torre Negra do meu amado S.King vai ficar para uma outra vida! rs
    Adorei sua resenha, parabéns!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá adorei sua resenha e premissa do livro, adoro leitura que envolve vampiros , beijos!

    ResponderExcluir
  6. Eu estou louca para começar a ler essa série. Vejo sempre ótimos comentários sobre os livros e espero curtir muito quando eu finalmente ler. Adorei saber a sua opinião e conhecer um pouco mais sobre o livro através da sua resenha.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Amo essa autora, mas não curto os sobrenaturais dela! É uma pena que só esse gênero as editoras estão trazendo para o Brasil. Amei a série O Rei do Boubon, mas só o primeiro livro saiu e não tem previsão para os demais! Triste isso! :(
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Uma realidade presente! Mary deve saber perfeitamente a realidade de ter uma doença que te tira a certeza do amanhã. É sempre bom saber as impressões sobre a escrita dos autores! Adorei saber da obra... Não conhecia a autora! Um gênero complicado, mas ficou excitante através da sua resenha!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Menina, vários amigos vivem sugerindo essa série, mas ando tão sem tempo. Sua resenha é uma delícia e agora fiquei curiosa sobre o Rhage. Parece um romance romântico com algo a mais, vou dar uma conferida... Não reparei lá em cima, tem na Amazon? Vou ver e se tiver e-book já ganhou uma leitora.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu simplesmente amo essa série e preciso terminar a leitura de alguns volumes.
    Rhage sem dúvidas é um dos mais charmosos e mesmo com aquela maldição nele ainda assim a autora nos faz apaixonar por ele e sua história.
    Adorei suas considerações.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Carool
    Ouço muitas pessoas falarem bem da série. E não sei por que motivo, mas nunca tive muita vontade de ler. Porém, fico contente que você seja do time que está gostando. A narrativa é boa e ainda te surpreendeu. Quem sabe futuramente eu me anime mais.

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Adoro Vampiros, mas sempre que vejo a quantidade de livros que tem essa serie realmente me desanimo, talvez um dia, quem sabem eu faça como as Crônicas Vampirescas de Anne Rice, lendo um por mês, só não gosto muito dessa coisa de casais, mas mesmo assim dica anotada.

    ResponderExcluir
  13. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia o livro ou a coleção na qual se integra!! :) ahah Enfim, ainda bem que gostaste!!

    Para ser sincero, não lerei, porque não gosto do género literário. No entanto, acho ótimo que tenhas gostado tanto dos principais!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  14. Preciso criar vergonha na cara e ler a IAN. Tenho alguns dos livros, mas a leitura flui no ritmo de uma tartaruga com narcolepsia. Dos que li até agora, o Rhage é o meu favorito e, junto com a Mary, forma um casal imbatível.

    ResponderExcluir
  15. Esta série é ótima, e adorei conhecer e ver a forma como Hollywood se apaixonou. O medo dele machucar aqueles que ama era totalmente justificado, qualquer um ficaria com este receio.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  16. Oiii querida, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, mas fico feliz que tenha gostado e assim trazido a resenha para nós, só nos mostra como a edição está um luxo e sei que seria um ótimo presente.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Oi. recebi alguns livros da série Irmandade da Adaga Negra, acabei dando todos, não sou o perfil de leitora. Que bom que foi uma leitura satisfatória para você.

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Apesar de ter acesso a todos os livros, não é uma série que me chame a atenção, mas que bom que você curtiu!

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?

    Até conheço essa série, e tenho vontade de ler. Mas como já te muitos livros, to desistindo da ideia. Mas é uma série super comentada. Vamos ver se o dia que diminuir minha pilha de livros, eu dou uma chance pra essa série.

    Beijos
    Laneh Martins

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Estou adorando conferir as suas resenhas dessa série, que morro de vontade de ler mas ainda não tive a oportunidade de comprar. Adorei conferir mais essa, e posso ver que a história só melhora com o passar dos livros.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. oi

    adorei a sua resenha!

    li esse livro já tem um tempão e sua resenha me deixou com saudades. Fiquei com vontade de reler!!!!!

    vou aguardar a próxima resenha pra matar mais as saudades!

    bjs

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Já eu comecei a ler com muitas expectativas, já adorava o Rhage, mas uma amiga me falava tão bem dele que me apaixonei antes de ler até o primeiro livro hahaha! Mas o meu preferido ainda é o Zsadist!
    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Olá.

    Acredita que nunca li nada da autora? Vejo muitas pessoas falando bem da história , mas uma pena q não curto muito sobrenatural. Fico feliz q vc tenha gostado e espero q também gostei de outros livros da série.

    Beijos!!

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)