27 de abr de 2017

[Resenha] Bela Redenção

Livro: Bela Redenção #2
Série: Irmãos Maddox
Autora: Jamie McGuire
Editora: Verus Editora
Páginas: 302
Gênero: Romance/New Adult
Nota: 5/5
A aguardada continuação de Bela Distração Liis Lindy é uma agente do FBI decidida a se casar apenas com o trabalho. Ela adora sua mesa, está em um relacionamento sério com seu laptop e sonha em ser cumprimentada pelo diretor depois de solucionar um caso difícil. O agente especial Thomas Maddox é arrogante e implacável, um dos melhores que o FBI tem a oferecer — e chefe de Liis. Quando Liis e Thomas são encarregados de uma missão em que precisam fingir ser um casal, a atração entre eles chega ao limite — e os leva a questionar quanto realmente estavam fingindo. Bela redenção é o segundo volume da série que narra a excitante, romântica e por vezes volátil jornada dos Maddox rumo ao amor. Chegou a hora de conhecer o mundo misterioso do esquivo Thomas e descobrir como a paixão pode ser intensa quando você não é a primeira, e sim a última. Além, é claro, de rever os outros irmãos da família Maddox.

Depois de tanto tempo longe dos Maddox, resolvi pegar Bela Redenção para ver se voltava aquele sentimento todo pela escrita da Jamie McGuire. Tiro em certa. A autora me relembrou como é estar dentro dessa família dos homens mais queridos e principalmente ver eles rendendo-se ao amor. Até agora, apesar do belo mistério que rondou a história toda de Bela Distração, Bela Redenção é o meu favorito.

Após o rompimento não querido com sua namorada, Thomas não quer mais saber de decepções amorosas, por isso resolve não querer mais mulher nenhuma e afunda no seu trabalho que é o FBI. Ao entrar no bar comumente frequentado, ele conhece uma mulher que abalará todas as suas estruturas, fazendo com que as poucos ela acabe tornando-se inesquecível.



Liis Lindy também é uma agente e logo no seu primeiro dia de mudança para San Diego resolve beber. Lá ela conhece o Maddox que também irá fazer seu mundo virar de cabeça pra baixo com uma noite inesquecível. Tendo em mente que ele seria um completo estranho para o resto da vida, ela leva um susto quando o vê no seu local de trabalho, e sendo justamente seu chefe. Tentando não deixar o clima mais estranho do que está, eles irão embarcar em uma missão que envolverá o irmão do Thomas, e onde terão que fingir serem um casal. Porém, aquelas faíscas que foram soltas na primeira noite deles, ainda estão vivas. Veremos uma briga constante entre a razão e a emoção.

Voltar a essa família é como voltar em uma história da infância. Após 4 livros da série, já é de prache conhecermos um pouco de cada, e antes de iniciar a leitura me perguntei o que a autora poderia trazer de novo? Com um pouco de expectativa do término do anterior pelo plot das últimas páginas, esperava que esse surpreendesse. E de fato, me surpreendeu de tal maneira que é meu favorito.

"Val dissera que Thomas tinha um círculo fiel e para eu ter cuidado com o que falava. Agora eu fazia parte desse círculo e estava curiosa se era porque ele precisava dos meus talentos, como dos de Sawyer, ou se simplesmente precisava de mim." pág. 95

Sei que aqui foi necessário para o drama porém a constante volta da Abby e do Travis — o casal dos primeiros volumes da saga — é meio chato. Aqui teremos elementos concretos e críveis, que fazem a volta deles serem importantes, mas ainda acho que a Jamie peca demais se prendendo a eles. É como se ela não houvesse confiança suficiente que os leitores iriam querer continuar a saga sem os protagonistas presentes. E na minha opinião, a volta deles é só uma peça de fundo, afinal o casal principal rouba a cena.

Lindy é uma personagem que te conquista pelo jeito forte dela. Uma das suas maiores características, essa questão será o ponto chave para que aconteça altos dramas durante a narrativa. Com sua cabeça dura, nossos personagens principais irão passar bastante tempo separados. E o nosso irmão mais velho da família, também muito teimoso, muda completamente do que imaginávamos quando conhecemos nuances mais profundas.



Temos uma visão completamente errada deles antes — até porque Bela Distração nos dar a entender uma coisa e vemos que é completamente outra — e por isso é uma surpresa bem agradável. Com seus monstros pessoais, vencer as barreiras e demonstrar sentimentos que estão dentro dele é uma luta constante.

O mistério e a trama que perpetua durante o desenvolvimento é bem satisfatório e fez a leitura fluir. Não focar somente no romance, nos trouxe certo alívio, quando o clima dos dois principais ficava pesado demais. E por esse contexto gostei de ver personagens passados, ver a família, entretanto ainda confirmo que não era necessário.

" — A Liis ainda tem que descobrir que não é matemática — Thomas disse com um sorriso —  O amor não tem a ver com previsões, nem marcadores comportamentais. Simplesmente acontece, e a gente não tem controle." pág. 217

Um pequeno ponto negativo talvez seja a convicção de uma situação da nossa protagonista. Temos um momento que vemos a Liis dar tanto ênfase em acontecimentos que não tem importância que você se chateia pela decisão dela. Contudo, com o final você entende um pouco essa insistência. O ponto alto com certeza ficará para o epílogo onde a situação toda resolvida — é romance né, já esperamos um final padrão — fica mais evidente e temos um "up" do que vem depois. E não é somente da vida deles, mas também de outras pessoas que conhecemos bem.

Para quem queria uma decisão final de continuar ou não a série, afinal ela está se alongando demais — já se tem 5 livros da série Maddox, e mais 4 da primeira série que originou nessa — e sabemos que dinheiro é escasso, vale a pena investir se é fã de romance. Fui surpreendida positivamente, fazendo com que sim eu desse continuidade nos enredos e com grandes expectativas.



Na parte física, confesso que de início não entendi muito a finalidade da capa, só que a partir do momento que a leitura desenrolou, fez sentido e achei bem acertada a escolha. Acho LINDA e perfeitamente encaixada no contexto. A diagramação é a padrão da Verus, revisão sem nenhum erro aparente e narrativa no ponto de vista da Lindy em primeira pessoa.

E vocês, já leram a série? O que acharam do livro? Gostariam de ler? Deixa nos comentários!

17 comentários :

  1. Engraçado, apesar de gostar de livros desse gênero, não tive uma boa experiência com essa autora. Não consigo ler os outros livros da série. Mas acho que cada um tem o seu estilo, então fico feliz que você goste da escrita dela.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  2. Um livro cheio de mistério e bom enredo 😍 já ta na cesta de compras http://soudesaturnoblog.WordPress.com

    ResponderExcluir
  3. Oi!!
    Até hoje eu não li nada dessa autora, estou com dois livros na estante e ainda não li nenhum, mas todos os leitores gostam dos livros e da série Belo Desastre, sempre leio comentários positivos.
    Realmente a série é grande, mas se é boa acredito que vale investir, preciso começar a ler os livros logo.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Oiii Ana, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, fico feliz que tenha gostado, mas irei pular a dica, tenho na minha estante mas irei trocar no sebo.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Essa serie mexe com a cabeça de muito leitor aqui do Brasil, rsrs, mas eu não tenho muita vontade de ler eles não. Não sou tão chegado a New Adult e as sinopse realmente não me chamam a atenção. Fico feliz que tenha gostado do livro, mas passo a sua dica! Até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Não conheço essa autora, nunca tinha lido uma resenha de livro dela, ou a respeito do trabalho da mesma, e, infelizmente, não me interessei muito pela história desse livro, mas a capa é linda, nossa! =O

    ResponderExcluir
  7. Eu fico meio receosa quando há este crescimento não previsto em uma série, mas é bom saber que aqui no caso não houve uma queda de qualidade. Eu não comecei a série ainda, mas tenho pretensões de fazer isso logo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Apesar de super bem recomendada, essa série, incluindo a sua recomendação (e que bom que curtiu voltar ao universo desses livros), nunca consegui me interessar por esses livros. o.o
    Até tenho o primeiro, mas não sei, algo me trava, só de pensar no livro na estante. Hehehe. Quem sabe um dia....

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Oioi
    Que bom que a série ainda está fazendo sucesso com você, mas essa série não é para mim, li as resenhas dos primeiros livros e achei muito irritante. Então passarei a dica.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Carool.
    Eu gosto muito da escrita dessa autora, mas não estou dando conta de acompanhar essa série dos irmãos. Li o primeiro livro e tenho os outros aqui, mas estou super sem tempo!
    Adorei saber mais sobre a história e sobre sua opinião. Vou tentar me animar a ler!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  11. Olá linda,

    Eu li só os dois primeiros livros da série inicial e queria muito continuar lendo essa histórias dos meus gatosos dos Maddox <3

    Ela escreve muito e muitas coisas não acho necessário e acaba servindo só para preencher tempo e fazer os leitores ficarem com raiva.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá, esse é meu livro favorito - incluindo na série do casal mala (não gosto do Travis e da Abby). Na verdade, o Thomas é meu Maddox favorito. Não gosto da autora sempre voltar ao incêndio, ao cachorro louco e à beija-flor. Até parece que é "olha queria estar escrevendo sobre eles, mas como não dá, vou te distrair com isso aqui". O Thomas é o único irmão com algum propósito na vida e, sendo sincera, merecia alguém menos irritante. Misericórdia essa Liis. Vai ser chiliquenta em outro planeta, credo!
    Ainda estou tentando criar coragem pra ler (e provavelmente me decepcionar) com Belo Funeral, que será o próximo a ser lançado aqui.
    Deu pra notar que só gosto mesmo do Thomas, né? Belo texto! Bom saber que não estou sozinha no sofrimento! Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Olá. Já resenhei esse bonitinho e amei tbm. Essa família Maddox, só por Deus, né? Me abana, Senhor. Hauahauhau
    Amei suas fotos tbm!
    Bjssss
    Luana Alves

    ResponderExcluir
  14. Carol, eu só li Belo desastre, mas sou apaixonada nos irmãos Maddox.
    Morro de vontade de ler essa série, mas ainda não tive oportunidade.
    Amei a história e fiquei mais ansiosa ainda para ler.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Nunca li nada da autora, mas tenho Belo Desastre em casa e espero ler em breve. Adorei poder conferir a sua resenha, e espero que quando ler eh adore tanto história assim como você.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bem? Que bom que o livro te agradou e surpreendeu tanto! Eu li três livros da autora (Bela Distração, Belo Desastre e Belo Casamento) e não gostei tanto quanto achei que fosse gostar, pois amo new adults. Infelizmente não funcionou comigo, mas de qualquer forma foi uma leitura divertida em alguns momentos. Adorei seu post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Uma vez já tentei ler os livros dessa série Maddox, mas não consegui simpatizar com a história. Fico contente que as coisas começaram a fazer sentido e que a capa também tenha feito sentido.
    Adorei sua resenha e, juro, vou tentar ler de novo rs.
    Beijos

    ResponderExcluir