12 de fev de 2017

Resenha - Codinome Lady V

Livro: Codinome Lady V
Série: Os Sedutores de Havisham #1
Autora: Lorraine Heath
Editora: Gutenberg
Páginas: 256
Gênero: Romance de Época
Nota: 5/5
*exemplar cedido pela editora*
Sinopse: Cansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação. Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas. Depois de uma noite de amor com Lady V, Ashe não consegue tirar da cabeça aquela mulher de máscara branca, belas pernas e língua afiada. Mesmo sem saber quem ela é, o duque nunca tinha ficado tão fascinado por nenhuma outra mulher antes. Mas agora, à beira da falência, ele precisa arranjar muito dinheiro, e rápido. Sua única saída é se casar com alguma jovem que tenha um belo dote, e sua aposta mais certeira é a Srta. Dodger, a megera solteirona que tem fama de espantar todos os seus pretendentes.

Lorraine Heath já entrou pro hall das minhas queridas autoras de romance de época. Com Codinome Lady V, ela quebra todos os paradigmas com uma personagem forte, determinada, com opiniões corajosas que ao mesmo tempo tem seu lado sensível e carinhoso querendo encontrar o amor. No primeiro livro da trilogia Os Sedutores de Havisham, não terá um momento que você não irá se encantar. 

Minerva está na sua sexta temporada à procura de casamento. Cansada de todo ano ter que afastar pretendentes  ela possui um grande dote e boa parte dos cavalheiros procura-lhe por causa disso e nunca por amor, por paixão ou qualquer fagulha de interesse  decide mudar. Já desistindo de ter um marido que a ame, ela  quer conhecer os prazeres carnais sem que passe por um enorme escândalo. Por isso determina-se a ir ao Clube Nightingale perder a virgindade. Lá ela conhece o Duque de Ashebury, um homem com um passado um pouco turbulento. 



Tendo de bagagem a morte dos seus pais aos 8 anos de idade e sendo criado por um homem com problemas psicológicos por causa da morte de sua mulher, Ashe jurou nunca se apaixonar ou amar. Seus planos aos poucos caem por terra quando conhece a Lady V  nome que Minerva escolheu para usar no clube   e fica encantado por ela. Porém os percalços são maiores que as vitórias, e por isso para os dois ficarem juntos, terão que passar por várias provas e construir confiança mútua, afinal o Duque irá passar por falta de dinheiro, e o dote da nossa Lady será mais do que bem vindo. Ele será apenas mais um caçador de dinheiro ou vai se render ao sentimento amor?

É incrível que pequenas nuances em um romance de época faz total diferença. E é o que mais encontraremos aqui. Nossa mocinha com personalidade diferente faz um total estrago para qualquer futura outra protagonista. Decidida e firme com suas opiniões, temos um livro em que temos embate de igual para igual entre ela e nosso protagonista fazendo com que tenhamos ótimas cenas. E ao mesmo tempo que ela é corajosa, após 6 anos sendo ludibriada por homens, Minerva acredita que é feia, tem sua autoestima baixa e é muito insegura. No momento que ela coloca suas opiniões em ações, vemos um desenvolvimento nato onde seu crescimento pessoal favorece o andar das situações.

"Minerva nunca fugiu dos desafios: beber destilados, fumar os charutos do pai, falar palavrões. E tinha certeza de que seu comportamento impetuoso e a sua falta de vontade de ser vista como uma mulherzinha frágil eram os maiores responsáveis por nunca ter encontrado um pretendente." pág. 36

E pelo fato dela ter sido criada por um pai que não é da aristocracia, que não se importa de lhe mostrar o mundo e não a diferencia dos seus irmãos  não sendo moldada completamente como Lady — não vemos uma forçação de querer colocar atitudes infundadas só para a personagem se parecer fora da sua realidade. Afinal como já falado, mesmo ela sabendo fazer investimento, sabendo jogar em clubes, sabendo dar soco e questionando a liberdade que o homem tem e a mulher não, ela é presa e fixada em certo momentos no que é realidade na época, até porque a sociedade é desse jeito.

Fora isso, temos também a construção no paralelo de quem são os Havisham. Formado por 4 rapazes, dois dele sendo gêmeos e todos se considerando irmãos,  temos um prelúdio de como é a vida de cada um e de como será a base dos próximos volumes da série. Com certeza o destaque ao meu ver vai para o Edward que desde aqui já promete, como o libertino que é, e com um sarcasmo nato. Está meio óbvio qual história mais anseio né?!



Ashe é um homem que pode não te conquistar de primeira, mas aos poucos com suas atitudes irá te ganhar. Orgulhoso, ele irá passar por altos e baixos durante toda a narrativa. E esse é um mega diferencial que eu particularmente adoro. Com capítulos sendo narrados pelo ponto de vista dele, conseguimos acompanhar a evolução dos seus sentimentos, fazendo-nos ter um contato maior e aproximação com ele. Sempre falo que sinto falta de pontos de vistas masculinos em determinados dramas, porém aqui se faz presente e com maestria. É um ponto muito positivo. Fora também a sua paixão por fotografia. Com um belo contexto, a autora conseguiu inserir essa arte como característica dele e enriqueceu a história.

E o assunto desenvolvido é bastante pertinente. Não temos argumentos para atitudes, cenas que sejam ilógicos ou impossíveis para o tempo datado. Foi um ponto que a Lorraine me conquistou e muito. Com alguns toques de humor, a pitada de erótico presente, ela fez um livro que irá agradar todos que gostam do gênero.

"— Eu não espero que você compreenda a surra que a autoestima de alguém leva depois de seis anos vendo as outras se apaixonar ou fazer bons casamentos que não sejam baseados apenas no dote. Eu quero um homem que olhe para mim da maneira que meu pai olha para minha mãe, da maneira que Lovingdon olha para você." pág. 126

Mais uma vez tenho que elogiar a belíssima edição que a Gutenberg fez, mostrando o capricho e a dedicação que eles tem com quem gosta de romance de época. A capa tentou ser o mais fiel possível do que podemos esperar do seu conteúdo, a diagramação, a revisão estão impecáveis e os pequenos detalhes que fazem diferença: cada início de capítulo tem uma adornação de uma cantoneira desenhada e a quebra de cenas com uma máscara que é a marca principal daqui. 

Enfim eu só tenho elogios para arrancar sobre a leitura e por isso estou bem ansiosa para o próximo. E vocês, se arriscariam ler? Ou já leram? Deixa nos comentários.

29 comentários :

  1. Eu estou com meu exemplar aqui me aguardando!! A Gutenberg realmente acertou em cheio nas escolhas dos Romances de época que está publicando e com certeza eles estão caprichando na edição.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carol!
    Eu não curto livros hot, mesmo quando são romance de época. Nem é por falta de tentativa, não... Já li alguns e não deu, questão de gosto mesmo. Mas achei a Minerva uma personagem bem ousada para a época e adoro personagens femininas fortes!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  3. Esse livro me lembrou muito Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar, onde a protagonista também decide se dar os prazeres da vida mas se preocupa com sua reputação! Fiquei muito curiosa pra ler esse livro, tenho certeza de que vai ser do meu agrado!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Estou muito curiosa para ler esse livro. Não tenho o costume de ler romances de época, mas, desde que li "O duque e eu", me interessei mais pelo gênero.
    Sua resenha ficou muito boa e aumentou minha curiosidade para ler este livro. Gostei de saber que a protagonista tem personalidade forte e é firme em suas opiniões. Não gosto de livros de romance que trazem mocinhas frágeis e influenciáveis.
    Espero ler este livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Já tinha visto esse livro por aí mas não tinha me interessado por ele mesmo sendo de um dos meus gêneros literários favoritos, mas agora fiquei com muita vontade de o ler pois achei a premissa dele muito boa e cheia de originalidade. A autora ousou e parece ter feito uma história completamente diferente dos demais romances de época que vemos por aí, principalmente pelas atitudes que a protagonista toma ao decidir conhecer os prazeres da vida.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Ainda não tinha visto esse livro, mas me parece ser um belo romance, adorei a resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Cara, eu simplesmente AMO personagens assim, que quebram padrões de época, padrões impostos por outras pessoas. A capa é LINDA, e a sua resenha me deixou morrendo de vontade de ler!!

    ResponderExcluir
  8. Oiii Ana, tudo bem?
    Dessa vez a obra me convenceu, tu sabe que não sou muito chegada em obras assim, mas essa capa está de tirar o folego e encantar, além do mais essa personagem principal é tudo de bom!
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  9. Oii
    Eu acho esta capa super fofa, mas não consigo não lembrar de Codinome: Sailor V (que faz parte do desenho/mangá Sailor Moon) quando vejo o título. Hahaha.
    Eu ainda não li nenhum romance de época (acredita?) mas logo mais o farei. Eu gostei da premissa deste, tirando a parte do cara que não quer se apaixonar e blábláblá (clichêêê) mas talvez eu gostaria do romance. Acho legal quando os personagens tem identidades secretas, é difícil esconde-las por muito tempo e isto faz ser interessante.

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  10. Estou começando no romance de época agora, antes só lia romances fantásticos e estou amando esse novo gênero! A capa é maravilhosa e saber que o enredo traz uma protagonista forte e decidida que é delicada e sensível aumentou o meu desejo de conhecer a obra! Espero ler em breve! Beijoosss ^^

    www,facesemlivros.com

    ResponderExcluir
  11. Não curto muito este estilo de livro, mas adorei a sua resenha e que capa linda deste livro em! Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  12. Ola!
    Não conhecia este livro, mas como amo romances de época, já anotei a sua dica aqui.
    Também me encantei pela sua linda resenha.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Já tinha visto a resenha desse livro em algum outro lugar, e me interessei bastante. A protagonista parece ser fantástica. Gosto de romances de época em que as mulheres desafiam os padrões.

    ResponderExcluir
  14. Olá Carool, tudo bem?

    Infelizmente dessa vez a obra não me convenceu, não achei a premissa interessante, já a capa achei legal. Fico contente que tenha gostado da leitura, que tenha curtido os momentos de humor. Gostei da sua resenha, está de parabéns!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  15. Olá! Amei sua resenha! Achei bem diferente esse clube onde as damas podem se divertir um pouco mais! Nunca vi isso em nenhum livro do gênero. Também achei interessante ela ter atitudes fortes sem ser forçada. Isso dá um diferencial imenso na história. A capa é linda e fiquei curiosa para ler. beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oie tudo bem?
    Tô meio receosa sobre esse livro não curto muito romance"hot" sabe, quem sabe um dia possa dar uma chance!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá, achei interessante que esse livro foge em alguns pontos do seu gênero e embarca e outros temas, acho que enriqueceu muito a obra. Não é um estilo que costumo ler, mas daria uma chance por trazer algo novo. Bjs

    ResponderExcluir
  18. Que Capa! Que Sinopse! Que Resenha!
    Com certeza leria este livro no futuro. Deixei anotado e já indiquei para uma amiga.
    Parabéns pela Resenha!

    ResponderExcluir
  19. Este livro é ótimo e só tenho elogios ao enredo. Desde a personalidade forte e decidida de Minerva, até a criação que os pais deram para ela. Tão fora dos costumes dá época e que priorizava o bem estar da filha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Oi!!
    Romances de época não chamam a minha atenção, a impressão que tenho é que sempre é a mesma coisa, a personagem procurando um noivo, quase sempre
    ela tem ideias e ações a frente de seu tempo, ah sei lá eu sempre encontro algo para me afastar e com esse que você resenhou é a mesma coisa.
    O que eu gosto sempre são as capas. Essa passa um tom de ousadia e mistério.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  21. Oii, tudo bem?

    Por mais que seja encantada por romances épicos este não me chamou muito a atenção ):

    Acho que a capa me colocou um certo bloqueio, pois estou acostumada com as capas "padroes" de romances de época. Mas nada que me impeça de dar uma chance à obra.

    Anotarei a dica! Gostei muito da sua opinião a respeito da obra!

    Abraços (:

    ResponderExcluir
  22. Adoro romance de época com mocinhas fortes e corajosas. Deve ser complicado participar de 6 temporadas e não encontrar um amor, mas ao mesmo tempo fiquei chocada com a decisão de perder a virgindade com um homem qualquer, para a época isso seria um escândalo. Mas acredito que a decisão tomada a levará ao encontro do tal amor. Adorei a resenha e já estou anotando a dica.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  23. Oláa, como vai? Amei saber sua opinião sobre esse livro! Tinha lido uma coisa ou outra sobre ele, mas essa é a primeira resenha. Eu gosto bastante do gênero e sempre procuro novidades, então super já anotei a dica e espero ter a oportunidade de ler logo e conhecer essa personagem tão forte e determinada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Gostei bastante da capa do livro, cada detalhe está impecavel e encantador, e também adorei as fotos que você tirou do livro, infelizmente eu não leio romance histórico, pretendo começar esse ano, mas ainda não sei quando.

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem?
    O que mais chamou minha atenção foi o pai dela. Ele criou a filha sem distinção, lhe dando os mesmos direitos que os de seus irmãos. De cara já gostei dele, risos... Só acho que ela não deveria ir a esse clube. Mesmo que não tenha encontrado ainda o amor, acho que esse não é o caminho. Mas o destino resolveu ajudá-la e colocou pelo visto, justamente o amor que ela tanto queria bem na sua frente. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá...confesso que não sou atraída pelo genero com muita frequência, mas sia resenha despertou meu interesse. Gostei e acho q vou querer conferir tbm.

    Abraços

    ResponderExcluir
  27. Olá, tudo bem?


    Eu não tenho uma queda por romances de época, tenho um tombo inteiro e profundo — rs.
    Já estava interessada por esse livro, mas ao ler a sua resenha, me deu mais vontade ainda de lê-lo. Entrou, sem sombras de dúvidas, para minha lista de desejados! Gosto de mocinhas que marcam, e de mocinhos apaixonados mas de personalidade. Enfim, querooo.

    P/s: preciso ganhar na mega, porque a lista de desejados só cresce. kkk

    Beijo!

    ResponderExcluir
  28. Olá,

    Apesar de eu ter achado a premissa interessantes, eu não fiquei muito curioso pela história. Acho que é meu preconceito com romance de época, nem o "hot" da história me atraiu. Infelizmente vou deixar a dica passar, mas achei a capa linda e sua resenha ótima!

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  29. Eu adoro livros com personagens fortes e que não são bobas e loucas por um romance tolo. Gosto quando elas fazem e acontecem, o que é o caso. No entanto, fico meio assim por não ser o meu gênero preferido, mas acho que vou arriscar.

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)