22 de jun de 2017

[Resenha] Chamas do Passado

Livro: Chamas do Passado #4
Série: Homens Marcados
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R Editoras
Páginas: 298
Gênero: Jovem Adulto
Nota: 5/5

Nash Donovan tem o corpo quase todo coberto por um enorme dragão. Seu jeito imponente de andar, a intensidade de seus olhos violeta e sua pecaminosa pele dourada garantem ao tatuador um mistério capaz de enlouquecer qualquer mulher. O bad boy não é do tipo que acredita no amor. Porém, por trás de todo o seu ar marrento, existe uma ferida que ainda está aberta. A enfermeira Saint Ford nunca superou o bullying na adolescência e nem a dor causada por seu primeiro amor. Quando os anos de colégio acabaram, ela se mudou para outra cidade para tentar apagar as lembranças do passado. Agora, a ruiva voltou para Denver e tornou-se uma mulher encantadora e uma excelente profissional. Porém, ela ainda é insegura e não consegue confiar em homem algum.Uma fatalidade fez com que o caminho deles voltasse a se cruzar. Somente Saint poderá curar as dores de Nash. Mas, para isso, ela deverá permitir que o calor das chamas dele derreta o seu coração. E Nash é o único homem capaz fazê-la se sentir uma mulher desejada de verdade. Chamas do passado é um romance sobre autoaceitação e desejo. Uma história envolvente temperada com intensas cenas de paixão.

Com o meu casal favorito da série Homens Marcados, Jay Crownover chega no quarto livro da série ainda em alta. É incrível como um romance um pouco diferenciado pode nos cativar de maneira única, principalmente quando você se identifica com os personagens. E o que não falta aqui é personagens para admirar.

Após a bomba soltada em Armas da Sedução, Nash passa a frequentar diariamente o hospital de Denver. Com um parente muito próximo doente, ele acaba encontrando diversas vezes Saint Ford.  Saint Ford é uma enfermeira que na adolescência fez parte da sua vida. Estudando na mesma escola, e totalmente deslocada do seu grupo de amizade, ele não sabe que seu passado rebelde acabou deixando cicatrizes nela. E agora, achando a bonita, e se interessando mais pela sua personalidade, ele desconhece ainda o que não faz ela se entregar de corpo e alma. Sendo insegura, tímida e fechada, é um mistério que ele quer muito resolver e ter na vida. Além de não querer entregar novamente seu coração de bandeja para alguém que talvez não o ame. Será que os dois conseguirão superar o passado e ter um futuro? O que Nash fez para deixar tantas marcas na Saint?

20 de jun de 2017

[TAG] dos 50% de 2017


Meio do ano e estamos aqui, fazendo a famigerada TAG dos 50%. Estou bem feliz com todos os livros lidos no ano, mas como sempre, temos as surpresas, decepções, os que não gostou e muito mais. Por isso resolvi respondê-la. Vamos lá? Ela é grandinha — então tenham paciência — e tentarei ser breve nas respostas. 

1. O MELHOR LIVRO QUE VOCÊ LEU ATÉ AGORA, EM 2017.
Difícil. Eu sempre sou péssima para falar melhor livro do ano, semestre ou algo assim pela quantidade que eu leio. Porém um diferente e que não deva comentar mais para frente é The Heart of Betrayal de Crônicas de Amor e Ódio da Mary E. Pearson. Quem já viu as resenhas por aqui sabe que eu ando diferente da opinião de massa com relação a um personagem que é meu favorito. Ver seu crescimento aqui me pegou de surpresa e eu adorei.

2. A MELHOR CONTINUAÇÃO QUE VOCÊ LEU ATÉ AGORA, EM 2017.
A Esperança de Jogos Vorazes, Suzanne Collins. Depois de anos enrolando o início e o fim da trilogia, tomei coragem e li os três seguidos. Porém como comecei em 2016, os dois últimos ficaram para 2017 e com certeza ainda nenhuma série que comecei ano passado, bateu a melhor continuação que A Esperança. Jogos Vorazes é Jogos Vorazes né?

16 de jun de 2017

[Bienal do Livro RJ] Autores internacionais confirmados



Menos de 3 meses para um dos maiores eventos literários do Brasil, trago para vocês alguns autores confirmados que estarão nesse super evento. São autores trazidos pela Bienal do Livro RJ, ou pela editora, ou que estamos com algumas suposições de vir. Vamos ver quais são?


14 de jun de 2017

[Resenha] Outlander, A Libélula no Âmbar

Livro: Outlander, A Libélula no Âmbar #2
Série: Outlander
Autora: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência (atualmente é publicada pela Arqueiro)
Páginas: 944
Gênero: Romance/Histórico/Fantasia
Nota: 5/5
Claire Randall guardou um segredo por vinte anos. Ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, envoltas em brumas e mistério, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento. É chegada a hora de contar a verdade sobre um antigo círculo de pedras, sobre um amor que transcende as fronteiras do tempo... E sobre o guerreiro escocês que a levou da segurança do século XX para os perigos do século XVIII. O legado de sangue e desejo que envolve Brianna finalmente vem à tona quando Claire relembra a sua jornada em uma corte parisiense cheia de intrigas e conflitos, correndo contra o tempo para evitar o destino trágico da revolta dos escoceses. Com tudo o que conhece sobre o futuro, será que ela conseguirá salvar a vida de James Fraser e da criança que carrega no ventre?

Uma situação já esperada se confirmou: Diana Gabaldon está entre minhas escritoras favoritas. Não tem como qualquer outra autora gerar a mistura certa de gêneros no ponto ideal fazendo com que 944 páginas sejam lidas de maneira rápida sem torná-la cansativa. E A Libélula no Âmbar, é meu novo favorito da série.

Por ser continuação e por trazer dois momentos distintos na narrativa, não farei um resumo do que se trata a história porque qualquer situação pode levar a um spoiler, e como eu não gosto, não me acho no direito de dar para os leitores. O que se é certo: teremos a continuação das cenas da Claire e do Jaime de modo impecável.

12 de jun de 2017

[Resenha] Sempre

Livro: Sempre #3
Série: Os Lobos de Mercy Falls
Autora: Maggie Stiefvater
Editora: Agir Now
Páginas: 370
Gênero: Romance/Sobrenatural
Nota: 5/5
Antes. Quando Sam e Grace se conheceram, ele era um lobo e ela, uma garota. Quando por fim ele descobriu como ser um garoto também, o amor dos dois se transformou de uma paixão distante na intensa intimidade de uma vida compartilhada. Agora. A história deles deveria terminar aí. Mas o destino de Grace não era permanecer humana. Agora ela é a loba. E os lobos de Mercy Falls estão todos prestes a serem assassinados em uma caçada definitiva. Sempre. Sam faria qualquer coisa por Grace. Mas será que um garoto e o amor dentro dele são capazes de mudar um mundo hostil e fatal? Passado, presente e futuro vão colidir em um momento decisivo — um momento de vida ou morte, de adeus ou para sempre.

*spoiler dos livros anteriores no 2° parágrafo. Se ainda não leu, recomendo avançar na resenha.*


Maggie e sua maneira de escrever sempre me encantando. Não tem como não se apaixonar por essa mulher, nem tem como não se apaixonar pelo seus personagens. A trilogia Calafrio conquistou meu coração e me deixou mais à parte da maneira que a autora escreve, que infelizmente pode não agradar à todos. Mas já falei que sou fã de carteirinha certo?!

No terceiro livro da série Grace é loba. Tendo como obstáculo sua transformação em períodos de frio, ela e Sam entram numa montanha russa no relacionamento. Tendo que sumir da cidade, desaparecer em situações que ocorrem a transformação, ela viverá altos e baixos durante a narrativa. Ainda mais com seus pais, que estarão mais presentes que nunca, questionando cada passo seu. E para piorar fatores externos podem colocar a vida do bando em risco. Com a iminência de um colapso emocional, Sam e Grace terão que ultrapassar vários percalços para o amor dois dois sobreviverem. E mais do que isso, salvar quem eles amam e o que são.

10 de jun de 2017

[Avaliação] Vale a pena comprar um Kindle?



Tem um tempinho que estava com a ideia na cabeça de comprar um leitor digital. Sempre preferi livros físicos, por não gostar de tablets e de ler no celular, porém nunca tive experiência com um aparelho somente para leitura. Eis que estava querendo ler um livro tem um tempinho — Libélula no Âmbar da Diana Gabaldon — só que ele é um calhamaço de 900 páginas. E como meu tempo livre é somente em transporte público, ficava muito difícil de levá-lo por causa do peso. Com a ideia já por um tempo me rondando, me rendi e comprei o Novo Kindle 8° geração. Procurei me informar sobre suas qualidades, defeitos, como funciona, como se compra, o máximo de informações que pudesse. E com isso acabei optando não comprar o Paperwhite por ser mais caro e não saber se me adaptaria bem ou não ao uso de um aparelho assim. Com isso formei algumas opiniões, então vamos aos fatos querendo deixar claro que são minhas impressões.

8 de jun de 2017

[O Que Eu Li] Maio

Depois de uma decepção que foi a quantidade de leituras de Abril — e você encontra quais foram aquiMaio veio para regularizar o andamento da minha meta pessoal. Com o total de 11 livros, as obras lidas foram do meu agrado, o que venho tentado prezar por um tempo. Vamos conhecê-las?

6 de jun de 2017

[Resenha] Armas da Sedução

Livro: Armas da Sedução #3
Série: Homens Marcados
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R Editoras
Páginas: 286
Gênero: Jovem Adulto
Nota: 5/5
Rome Archer é um herói de guerra, mas acabou de deixar o exército e está completamente perdido. O mais velho e musculoso dos irmãos Archer tornou-se um animal selvagem e precisa de alguém que o pegue de jeito. A desbocada gerente do estúdio de tatuagem Homens Marcados, Cora Lewis, sempre soube manter os rapazes na linha. Mas por trás de toda sua atitude e jeito descolado, ela sonha em encontrar o amor perfeito.  As tatuagens cheias de cores espalhadas pelo corpo dela contrastam com as cicatrizes na pele dele. Há uma grande tensão entre os dois. E quando mundos tão opostos se juntarem será como uma explosão de fogos de artifício: intensa e colorida.

Com um casal para lá de inusitado — e fofos junto, confesso — Armas da Sedução também ganhou meu coração. Aliás, tem algum da série Homens Marcados que não ganhe meu coração?! Jay Crownover já está experta em fazer histórias encantadoras.

Cora está a espera do seu príncipe encantado: não pode ser bad boy, não pode dar trabalho, alguém que a faça se sentir nas nuvens, que não tem uma carga emocional por trás, ou seja, uma pessoa perfeita. Desiludida por um noivado interrompido no passado, ela só quer encontrar sua alma gêmea da maneira mais fácil. 

4 de jun de 2017

[Book Haul] Maio

Maio foi um mês que fez o Book Haul ser bem recheado. Porém, acredito que seja um dos últimos até Agosto afinal teremos a Bienal do Livro do RJ, e como sempre tento guardar dinheiro para o mega evento, fico em torno dos próximos meses sem fazer alguma compra. Se houver chegada de algum volume de parceria talvez eu faça a postagem, só que não será nada garantido.

Então por enquanto vamos falar sobre os livros que estiveram na minha caixinha nesses 30 dias. Vamos lá?

2 de jun de 2017

[Resenha] Amante Eterno

Livro: Amante Eterno #2
Série: Irmandade da Adaga Negra
Autora: J.R.Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 448
Gênero: Sobrenatural/Romance/Erótico
Nota: 5/5
Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo para todos à sua volta. Mary Luce, uma sobrevivente de muitas adversidades, entra de maneira involuntária no universo dos vampiros, contando apenas com a proteção de Rhage. Concentrada em combater a sua própria maldição, potencialmente mortal, Mary não está buscando o amor e perdeu sua fé em milagres tempos atrás. Mas quando a intensa atração animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que Mary precisa ser sua e de mais ninguém. E enquanto os inimigos fecham o cerco, Mary luta desesperadamente para alcançar a vida eterna com aquele que ama.

Já falei aqui o quanto adoro quando você não cria expectativas sobre uma determinada história e quando realiza a leitura se pergunta como não tinha gostado antes dos personagens. Amante Eterno é assim. Rhage e Mary te conquistam quando você menos espera.

Trazendo a história do nosso querido Hollywood, Rhage sempre quis um relacionamento que dois dos seus irmãos da Irmandade tem: encontrar uma Shellan. Porém com a sua maldição — toda vez que fica estressado e com raiva, se transforma em uma besta que sai matando tudo pela frente — ele tem medo de colocar seus irmãos e sua possível fêmea em risco. Por isso quando Mary entra de um jeito avassalador na sua vida, ele não esperava que junto viesse um caminhão de emoções.



Mary Luce é uma humana que não tem mais nenhum parente vivo e sem esperança para nada: teve câncer que quase a matou e parece que ele ameaça voltar. Após uma fatídica noite em que conhece um menino de rua que aparentemente pertence ao mundo sobrenatural, ela irá conhecer Rhage. Rhage é tudo que uma mulher sonha e quer, mas Mary sabe que não é uma mulher que todo mundo sonha. Será ela capaz de enfrentar seus maiores medo para ficar com o vampiro? E Rhage, saberá lidar com a sua besta para tentar ter um relacionamento com a humana?

31 de mai de 2017

[Resenha] Príncipe Mecânico

Livro: Príncipe Mecânico #2
Série: Trilogia As Peças Infernais
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 406
Gênero: Fantasia/Romance
Nota: 5/5
Tessa Gray não está sonhando. Nada do que aconteceu desde que saiu de Nova York para Londres (ser sequestrada pelas Irmãs Sombrias, perseguida por um exército mecânico, ser traída pelo próprio irmão e se apaixonar pela pessoa errada) foi fruto de sua imaginação. Mas talvez Tessa Gray, como ela mesma se reconhece, nem sequer exista. O Magistrado garante que ela não passa de uma invenção. Para entender o próprio passado e ter alguma chance de projetar seu futuro, primeiro Tessa precisa entender quem criou Axel Mortmain, também conhecido como Príncipe Mecânico.

Cassandra Clare não acabou com meu coração. Ela destraçou, me entregou e avisou: tem mais histórias pela frente. E pensar que apesar dos elogios rasgados por Peças Infernais, nunca imaginei que Príncipe Mecânico fosse ser um carrossel de emoções. Até o momento, com certeza é o melhor da trilogia.

Após o primeiro confronto com Mortmain, Tessa Gray está com mais perguntas que respostas. Com sua origem ainda desconhecida, junto de Will, Jem e todos que vivem no Instituto de Londres, tentará capturar Mortmain para entender o porquê dessa vingança contra todos os Caçadores de Sombra. Contudo, como nunca nada é fácil, essa busca envolverá várias pessoas que colaboram com as informações ou não, e principalmente situações perigosas afinal ela ainda é um alvo.



Paralelamente Will e Jem estão deixando-a cada vez mais confusa. Seus sentimentos ficam conturbados pelas ações dos dois — quando um se afasta o outro aproxima, quando um decepciona o outro auxilia — fazendo com que não saiba o que pensar ou agir. Seu coração diz uma coisa, porém a razão diz outra. Como será que ela lidará com os acontecimentos? E principalmente, na busca desse inimigo, Tessa se perderá ou se encontrará?

29 de mai de 2017

[Resenha] Percy Jackson, A Maldição do Titã

Livro: Percy Jackson, A Maldição do Titã #3
Série: Percy Jackon e os Olimpianos
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 336
Gênero: Fantasia
Nota: 4/5
Aguardado com ansiedade pela grande rede de fãs da série Percy Jackson e os Olimpianos, 'A Maldição do Titã' dá continuidade à elogiada combinação de mitologia, aventura e muita ação que se tornou sucesso entre o público jovem brasileiro. Com uma base de fãs-clubes que alimenta espontaneamente diversos blogs, sites e comunidades na internet, divulgando, discutindo e acompanhando os lançamentos, Percy Jackson e os Olimpianos ganha ainda mais projeção com a expectativa da chegada ao Brasil da adaptação cinematográfica de O Ladrão de Raios, primeiro livro da saga. Nesse terceiro livro da série, um chamado do amigo Grover deixa Percy a postos para mais uma missão: dois novos meios-sangues foram encontrados, e sua ascendência ainda é desconhecida. Como sempre, Percy sabe que precisará contar com o poder de seus aliados heróis, com sua leal espada Contracorrente... e com uma caroninha da mãe. O que eles ainda não sabem é que os jovens descobertos não são os únicos em perigo: Cronos, o Senhor dos Titãs, arquitetou um de seus planos mais traiçoeiros, e os meios-sangues estarão frente a frente com o maior desafio de suas vidas: A Maldição do Titã.

Pega de surpresa com uma história que pensei que não ia gostar tanto, A Maldição do Titã trouxe reviravoltas que me fez ter mais empatia pelo que foi mostrado. Não conseguiu bater o segundo volume — O Mar de Monstros — que ainda é o meu favorito porém tem rumos bem interessantes que eu gostei. Acho que aos poucos estou sendo encantada pelo Rick Riordan.

Percy Jackson está em mais uma aventura pelo acampamento meio-sangue. Desta vez junto com Annabeth e Thalia, ele terá que ir a um internato atrás de dois meio-sangue que tem origem desconhecida. Porém como nada sai do jeito planejado, Cronos ainda está atrás dos meninos e fará de tudo para destruí-los. Além disso situações misteriosas estão acontecendo dando a entender que algo muito perigoso foi despertado.

"— O cheiro, minha senhora? Sim. Que cheiro? — perguntei. — Coisas que não caço há milênios estão se agitando murmurou Ártemis. —  Presas tão antigas que quase me esqueci delas." pág. 46

27 de mai de 2017

[Resenha] Notas Quentes

Livro: Notas Quentes #2
Série: Homens Marcados
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R
Páginas: 312
Gênero: Jovem Adulto/Romance
Nota: 4.5/5
Quando Jet Keller sobe no palco com aquela voz meio rouca, dedilhando intensos acordes de guitarra, todas as garotas vão à loucura. O corpo tatuado, o cabelo rebelde e o olhar sedutor fazem desse roqueiro um grande conquistador, capaz de levar a mulher que quiser para a cama. Muitos garotos sonham com a estudante de química, Ayden Cross. Seus olhos cor de uísque, as pernas super compridas, o ar de mistério e até o seu sotaque fazem qualquer um perder o juízo. Mas Jet é o único homem capaz de enlouquecê-la e tirá-la de sua vida certinha. Há muito tempo que Ayd e Jet se desejam, mas por acreditarem que são um o oposto do outro, têm evitado essa paixão. Porém, um desejo assim tão ardente não pode ser contido por muito tempo e o que está para acontecer entre esses dois será avassalador. Notas quentes é um romance tórrido, cheio de revelações e com intensas cenas de amor que irão ficar gravadas em você tal como um rock sedutor.

Quando pensamos que Jay Crownover não poderia te conquistar mais, ela faz mais um romance que irá aparentar ser clichê, mas que no final não é. A história vai crescer, mais um personagem ganhará destaque, e tudo que seria apenas mais um bad boy conquistando uma garota, se torna algo grandioso. 

Notas Quentes traz a história da Ayden Cross. Ela é amiga da Shaw — protagonista do livro Na Sua Pele — e quando é arrastada mais profundamente para o grupo dos Homens Marcados acaba conhecendo Jet Keller. Jet é um cantor de uma banda de heavy metal e nunca quis ter status de famoso. Tocar suas músicas e ser reconhecido na sua cidade é o máximo que quer ter, além de trabalhar no seu estúdio ajudando bandas novas a estourarem. Após uma fatídica noite em que Jet rejeita Ayd por achá-la "certa" demais, faíscas ficarão soltas fazendo cada encontro ser tenso. Porém o passado de ambos baterá na porta, e o futuro irá colidir com essa vontade de serem um casal trazendo à tona que nem tudo é apenas nosso querer.



Ayden possui um passado não tão memorável. Ela saiu de Kentucky jurando deixar toda sua bagagem de situações erradas para trás, tentando construir um futuro sólido com a faculdade. Jet é tudo o que ela não precisava ter de volta. Quando seu passado e seu futuro chocam, ela irá perceber que tentar fazer uma "nova Ayden" não é possível. Tentar construir um futuro necessita de deixar seu passado vir à tona. Será capaz dela vencer essa barreira? E deixar Jet entrar no seu coração?

25 de mai de 2017

[Resenha] Ecos da Morte

Livro: Ecos da Morte
Série: The Body Finder #1
Autora: Kimberly Derting
Editora: Intrínseca
Páginas: 272
Gênero: Suspense
Nota: 4/5  
Sinopse: Violet Ambrose tem dois problemas: o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela está cada vez mais desconfortável com sua estranha habilidade. Violet encontra cadáveres. Desde muito pequena, percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos: apenas os das vítimas de assassinato. Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas quando um serial killer começa a aterrorizar a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas mortas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo, ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.

Sabe aquele livro que você demora a começar a ler e lá pela metade você vai pegando o gostinho de quero mais? Ecos da Morte é assim.

Violet Ambrose poderia ser a típica adolescente de dezesseis anos que frequenta uma escola comum, com um melhor amigo fofo, pais protetores e que tem uma rixa com a rainha do baile da escola. Mas como eu disse, “poderia”, pois, Violet tem um dom: ela escuta os ecos dos mortos. Até os oito anos, Violet só havia encontrado corpos de animais mortos violentamente pelos seus predadores, mas tudo muda quando ela encontra na floresta o corpo de menina enterrada.

23 de mai de 2017

[Resenha] Um Milhão de Mundos Com Você

Livro: Um Milhão de Mundos Com Você #3
Série: Trilogia Firebird
Autora: Claudia Gray
Editora: HarperCollins
Páginas: 320
Gênero: Ficção Científica/Romance
Nota: 4.5/5

O destino do Multiverso está nas mãos de Marguerite Caine. Ela está no âmago de uma disputa multidimensional desde que viajou pela primeira vez com o Firebird, a invenção revolucionária dos seus pais. Paul Markov sempre esteve ao lado de Marguerite em suas viagens dimensionais, mas o último golpe da perversa Triad deixou sequelas. Cabe a Marguerite enfrentar a Triad e evitar a destruição dos Multiversos, sozinha. Bilhões de vidas estão em perigo. Os riscos nunca foram tão altos. Nesta épica conclusão da trilogia Firebird, todas as certezas serão questionadas: destino, família, amor e o Multiverso será transformado para sempre.

* Contém spoilers dos livros antecessores. A partir do 3° parágrafo é minha opinião de forma generalizada da trilogia. *

Após conseguir reunir os fragmentos do Paul e a possível cura para o Theo, Marguerite Caine quer tentar pôr um ponto final no plano da Tríade: acabar com as várias dimensões e tentar reunir todos os fragmentos da Josie. Com a ajuda de seus pais, das suas outras versões e de todas as pessoas possíveis em outras dimensões, Marguerite irá lutar contra uma versão sua do mal que está fazendo o plano do Conley funcionar. Será que uma vida vale mais que bilhões de outras? Ela será capaz de deter seu próprio eu e salvar as dimensões? 

Além disso, paralelamente Paul já não é mais o mesmo. Após ser fragmentado, Paul possui no seu interior característica de cada hospedeiro que ficou com uma parte sua, estando mais instável, frágil e completamente impulsivo. Não se reconhecendo mais, ele colocará em jogo seu amor pela Marguerite e talvez os dois não tenham seu final feliz mesmo que em várias dimensões aconteça e a sua teoria de destino esteja certa.

21 de mai de 2017

[Resenha] O Cão Que Guarda As Estrelas

Livro: O Cão Que Guarda As Estrelas
Autor: Takashi Murakami
Editora: JBC
Páginas: 132
Gênero: Romance
Nota: 5/5
Sinopse: A história conta uma aventura vivida por dois companheiros, um simples senhor, sem dinheiro, emprego, ou família, e seu cachorro, que farão o possível para viver e sobreviver a sua “viagem” pelo interior do Japão.O diferencial da narrativa fica por conta do ponto de vista. Os acontecimentos são vistos sempre pelo olhar do cachorro e a perspectiva canina dos fatos e seus sentimentos são os companheiros do leitor ao longo das páginas

Prepare seus lencinhos pois hoje eu trouxe uma história que vai fazer seu coração se derreter de tão linda e emocionante. 

O Cão Que Guarda As Estrelas é um mangá que retrata do ponto de vista do cachorro Happy o momento desde sua adoção por um velho senhor até o momento final da sua vida. E isso não é um spoiler, o mangá já começa nos mostrando o que acontece no final da aventura dos dois e isso já é o suficiente para as lágrimas começarem a cair.

19 de mai de 2017

[Resenha] Na Sua Pele

Livro: Na Sua Pele #1
Série: Homens Marcados
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R
Páginas: 328
Gênero: Jovem Adulto/Romance
Nota: 5/5
Quando o tatuador Rule Archer passa, todos os olhares se voltam para ele. O cara é alto, tem o corpo todo desenhado e penetrantes olhos azuis capazes de fazer qualquer garota suspirar. Rule não segue regras. Rule não namora. Ele é do tipo que passa cada noite com uma mulher diferente... um perfeito bad boy. A estudante de medicina Shaw Landon é linda, rica e estudiosa. Ela sempre segue as regras. É o tipo de garota que namora alguém escolhido pelos pais. Mas não é isso o que ela quer. Tudo o que Shaw sempre deseja e sempre desejou é ter Rule Archer. Apesar de se conhecerem há muito tempo, o bad boy nunca havia reparado naquela menina perfeita. Quase ninguém poderia imaginar que os dois formariam um casal. Rule e Shaw são opostos perfeitos. E um relacionamento entre os dois tem tudo para ser explosivo. Na sua pele vai enlouquecer você. Uma história de amor improvável, muitas reviravoltas e cenas picantes. Esse livro marcará você como nenhum outro.

Adoro quando a leitura nos pega de surpresa fazendo uma mera história que você tinha expectativas ganhe proporções maiores. Foi rápido a maneira que conheci a série Homens Marcados — em menos de uma semana soube do exemplar e já comprei a série toda — que pela experiência do primeiro já sei que irá me marcar e entrar para os meus favoritos.

Na Sua Pele conta a história da Shaw Landon, uma garota que é considerada padrão. Obedece aos pais, faz a faculdade dos sonhos, namora o cara perfeito, porém nem tudo é o mar de rosas. Sendo ignorada pelos próprios pais e não sendo a pessoa que ela quer ser, em uma situação horrível que passa na escola acaba conhecendo Remy Archer. Remy é de uma família, carinhosa, amorosa que acaba acolhendo-a, e tem 2 irmãos sendo um deles seu gêmeo chamado Rule.



Rule é o típico cara todo tatuado, cheio de piercings, independente que só quer curtir a vida. Após a morte do Remy, ele se vê em uma confusão familiar sem fim. Tendo que todo domingo ir na casa dos pais para um brunch carregado pela Shaw, ele nunca notou que apesar da aparência mimada, ela possuía uma alma parecida com a sua. E Shaw sendo apaixonada por ele desde os seus 14 anos, mas que "fingia" um namoro com Remy até a morte do mesmo, nunca pode abrir-se. Até que uma noite louca após uma bebedeira grande, as linhas entre conhecidos, amizade e sexo ficam distorcidas. Será que ficará apenas como uma noite inesquecível?

17 de mai de 2017

[TBR] Próximas Leituras

Talvez eu esteja um pouco adiantada? Talvez, e ignorem a data haha. Como boa virginiana que sou tentarei pela primeira vez organizar as minhas próximas leituras. Para isso resolvi fazer essa TBR de 7 livros que quero ler até final de Julho. Sim amiguinhos colocarei um longo prazo para analisar se conseguirei mesmo porque quem acompanha o blog já viu que sou de lua e nunca leio o que planejo. Então prazo maior que a meta sai. Vamos ver quais são os livros escolhidos?

1. Notas Quentes, Jay Crownover



Não falei ainda da série aqui, mas já aviso de antemão que simplesmente me apaixonei pela escrita e a história da autora. Foi um Young Adult que me pegou de vez e que me conquistou. Quero muito ler o próximo, mas antes estou realizando umas leituras "obrigatórias". A resenha do primeiro vai sair em breve.

15 de mai de 2017

[Resenha] Dez Mil Céus Sobre Você

Livro: Dez Mil Céus Sobre Você #2
Série: Trilogia Firebird
Autora: Claudia Gray
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 336
Gênero: Ficção Científica/Romance
Nota: 5/5
Marguerite Caine fez o impossível, viajando por dimensões alternativas com o Firebird — uma invenção brilhante criada por seus pais, seu namorado, Paul, e o amigo da família, Theo. Mas ela também chamou a atenção de inimigos poderosos, dispostos a sequestrar, chantagear e até matar para usar os poderes do Firebird para propósitos escusos. Quando a alma de Paul é dividida em quatro fragmentos — que se encontram presos dentro de Paul's em outras dimensões —, Marguerite fará qualquer coisa e irá a qualquer lugar para salvá-lo. Mas o preço de seu retorno em segurança é alto. Se ela não sabotar os próprios pais em múltiplos universos, Paul vai continuar perdido para sempre. Mas Marguerite acredita que é possível salvar seu amor sem sacrificar a família, e para isso pede a ajuda do brilhante Theo. Os dois criam um plano para recuperar Paul e o Firebird, mas para que ele dê certo eles precisarão superar um concorrente genial e vão colocar em risco não só sua vida mas também a de todas as versões de si mesmos em várias dimensões. Desta vez a missão leva os dois aos universos mais perigosos até então: uma São Francisco dividida pela guerra, o submundo do crime de Nova York e uma Paris iluminada onde a outra Marguerite esconde um segredo chocante. Cada salto deixa Marguerite mais perto de salvar Paul — mas sua jornada revela verdades sombrias que fazem com que duvide da única constante que encontrou em todos os mundos: o amor que sentem um pelo outro.
Resenha do 1° livro - Mil Pedaços de Você

Dez Mil Céus Sobre Você tem um enredo muito mais trabalhado e desenvolvido que seu anterior. Com um final angustiante e eletrizante, com certeza Claudia Gray acertou em trazer mais a ficção propriamente dita do que o romance. Perca o fôlego do início ao fim.

Com algumas descobertas feitas viajando pelas dimensões, Marguerite Caine ainda quer acabar com o plano da Tríade de querer dominar esses paralelos e a tecnologia Firebird. Já em casa e pensando que seu único problema é enfrentar Conley, contratempos muitos maiores surgirão mexendo com toda sua família. As duas pessoas mais importantes da sua vida estão em perigo: Theo está viciado na substância Furtanoite — uma droga verde-esmeralda, injetável, inventada no Triadverso que permite que um viajante dimensional mantenha o controle da situação — e Paul tentando ajudar o amigo acaba sendo fragmentado nas dimensões — sua alma é dividida em várias partes, fazendo com que ele não se recorde quem é mesmo usando os lembretes do Firebird. Sem escolha, Marguerite entrará nos planos do Conley para salvar seu amigo e seu namorado. Porém, novamente estaremos lidando com a ponta de uma história enorme porque nem tudo é o que parece. Será que todas as versões de você mesmo possuem a mesma índole e caráter em todas as dimensões?

13 de mai de 2017

[Sessão de Autógrafos] Jojo Moyes

Aquele sentimento de que ainda não acredito que conheci essa mulher. Quando anunciaram a vinda da Jojo Moyes no Brasil, lá para início de Abril, já imaginava que seria um corre e corre para conseguir o tão sonhado autógrafo e foto com ela. E a Intrínseca — que de boba não tem nada — sabendo o quanto ela arrasta pessoas, soltou as informações um pouco mais adiante: 2 estados (Rio de Janeiro e São Paulo), dias de semana e apenas 200 senhas em cada um com o direito de autografar apenas 1 livro. 200 senhas e 1 livro autografado com uma autora conhecida mundialmente e que tem várias outras obras de sucesso!? Seria a correria do ano.

11 de mai de 2017

[Resenha] Mil Pedaços de Você

Livro: Mil Pedaços de Você #1
Série: Trilogia Firebird
Autora: Claudia Gray
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas:  288
Gênero: Ficção Científica/Romance
Nota: 4/5
Marguerite Caine cresceu cercada por teorias científicas revolucionárias graças aos pais, dois físicos brilhantes. Mas nada chega aos pés da mais recente invenção de sua mãe — um aparelho chamado Firebird, que permite que as pessoas alcancem dimensões paralelas.  Quando o pai de Marguerite é assassinado, todas as evidências apontam para a mesma pessoa: Paul, o brilhante e enigmático pupilo dos professores. Antes de ser preso, ele escapa para outra realidade, fechando o ciclo do que parece ser o crime perfeito. Paul, no entanto, não considerou um fator fundamental: Marguerite. A filha do renomado cientista Henry Caine não sabe se é capaz de matar, mas, para vingar a morte de seu pai, está disposta a descobrir. Com a ajuda de outro estudante de física, a garota persegue o suspeito por várias dimensões. Em cada novo mundo, Marguerite encontra outra versão de Paul e, a cada novo encontro, suas certezas sobre a culpa dele diminuem. Será que as mesmas dúvidas entre eles estão destinadas a surgirem, de novo e de novo, em todas as vidas dos dois? Em meio a tantas existências drasticamente diferentes — uma grã-duquesa na Rússia czarista, uma órfã baladeira numa Londres futurista, uma refugiada em uma estação no meio do oceano —, Marguerite se questiona: entre todas as infinitas possibilidades do universo, o amor pode ser aquilo que perdura?

Mil Pedaços de Você foi uma das minha primeiras leituras de ficção científica. Mesmo tendo sempre medo de pegar algo assim e não entender, e diferente dos considerados clássicos, a suavização da história com o romance, a tensão, os mistérios à parte fez o desenvolvimento ser lido de maneira rápida. É a primeira vez que uma "revelação" esperada acontece e gosto. Porque a autora não fez somente o óbvio. Inovou, arriscou e para mim deu certo. 

Marguerite Caine é filha de dois cientistas que querem concretizar que o universo tem várias dimensões criando um aparelho que as pessoas possam transitar entre eles. Dimensões onde as mesmas pessoas existem, mas que por alguma decisão diferente ou atitude diferente acabam tendo realidades distintas. Tentando fazer com que o Firebird — nome dado ao protótipo que pode realizar essa façanha — funcione, nos seus últimos arranjos funcionais o pai de Marguerite é morto. Henry Caine morreu em um acidente de carro, porém foram descobertas evidências que dizem que foi assassinato: alguém sabotou os freios do automóvel fazendo com que Henry morresse e as pistas apontam para um único culpado: Paul Markov, considerado um filho adotivo da família e cientista que ajudou na criação do Firebird.

9 de mai de 2017

[Resenha] Anjo Mecânico

Livro: Anjo Mecânico #1
Série: Peças Infernais
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 392
Gênero: Fantasia/Romance
Nota: 4.5/5
Tessa Gray tem um anjinho mecânico pendurado no pescoço, um presente de família do qual nunca se separa. O tique-taque do pingente faz com que ela se sinta segura junto à lembrança dos pais, que já morreram. Mal sabe Tessa que esse barulhinho muito em breve vai se tornar o odioso som de um exército comandado por forças do Submundo. Com os Caçadores de Sombras e seu recém-descoberto poder sobrenatural, ela enfrentará uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das trevas na Londres vitoriana.

Voltar a algum livro da Cassandra Clare é como se eu voltasse a falar com uma velha amiga. Sendo ambientado na Londres de 1800, regressar ao mundo dos Caçadores de Sombras ganhou um novo olhar. Antes da criação e da existência de Jace, Clary, Simon e a maioria que está presente em Instrumentos Mortais, vejo alguns detalhes que fazem as pessoas preferirem esta trilogia que a série anterior. E olha, tenho que concordar.

Tessa Gray 16 anos acaba de perder sua tia por uma doença repentina deixando-a sem nenhum dinheiro em Nova York. Tendo como único parente vivo seu irmão Nathaniel, ela recebe uma carta junto com uma passagem pedindo que vá morar com ele em Londres. Sem nada com que se apegar ou a que a prenda no país, Tessa irá navegar para ir de encontro à Nathaniel.



7 de mai de 2017

[O que eu Li] Abril

Levanta a mão quem teve a faculdade/curso atrapalhando as leituras do mês?  o/ Pois é, infelizmente, tive várias provas uma atrás da outra e por isso li um número um pouco abaixo do eu esperava. Realizei a leitura de 6 livros. Com muito mais romance presente — nesse caso sendo mais específica com os eróticos — provo o que disse anteriormente que é quase impossível fazer metas comigo (tinha proposto ler mais fantasia). Vamos conhecer quais foram as leituras?

5 de mai de 2017

[Resenha] O Medo Mais Profundo


Livro: O Medo Mais Profundo #7
Série:
Myron Bolitar
Autor:
Harlan Coben
Editora:
Arqueiro
Páginas:
272
Gênero:
Mistério/Suspense
Nota:
4.5/5

Sinopse: Na época da faculdade, Myron Bolitar teve seu primeiro relacionamento sério, que terminou de forma dolorosa quando a namorada o trocou por seu maior adversário no basquete. Por isso, a última pessoa no mundo que Myron deseja rever é Emily Downing. Assim, ele tem uma grande surpresa quando, anos depois, ela aparece suplicando ajuda. Seu filho de 13 anos, Jeremy, está morrendo e precisa de um transplante de medula óssea – de um doador que sumiu sem deixar vestígios. E a revelação seguinte é ainda mais impactante: Myron é o pai do garoto. Aturdido com a notícia, Myron dá início a uma busca pelo doador. Encontrá-lo, contudo, significa desvendar um mistério sombrio que envolve uma família inescrupulosa, uma série de sequestros e um jornalista em desgraça. Nesse jogo de verdades dolorosas, Myron terá que descobrir uma forma de não perder o filho com quem sequer teve a chance de conviver.

Sabe aquele livro que você começa achando que vai ser previsível e consegue no meio da história ter tantas reviravoltas e tramas que você nem imaginava? O medo mais profundo é um desses. Harlan Coben conseguiu me surpreender de tal maneira que o que eu estava levando dias para ler no meio da história se foi em questão de horas. Esse é um daqueles livros que vai te surpreender.

"— Tempo e esperança plantam as sementes do desespero. [...] A morte é um término e os términos impedem o plantar." Pág 99

Em um medo mais profundo, Myron Bolitar é um agente esportivo e ex-astro do basquete que se depara com a notícia mais chocante de sua vida: ele tem um filho. E como se não bastasse isso, o garoto está morrendo e o seu possível doador de medula desapareceu sem deixar rastros. Depois de receber a visita de sua ex namorada, Emily Downing, Myron e Win embarcam em uma jornada contra o relógio para achar o doador desaparecido enquanto tem que enfrentar os problemas do passado que veio à tona junto com sua ex namorada.

3 de mai de 2017

[Resenha] Too Late

Livro: Too Late
Autora: C. Hoover
Editora: Nenhuma, Independente/Wattpad
Onde encontrar: Inglês/Tradução autorizada pela autora.
Páginas: 400
Gênero: New Adult/Romance
Nota: 4.5/5
Sloan iria ao inferno e voltaria por seu irmão caçula. E ela vai, todos os dias. Forçada a continuar um relacionamento com o perigoso e moralmente corrupto Asa Jackson, Sloan fará o que for preciso para que as necessidades de seu irmão sejam atendidas. Nada entrará em seu caminho. Nada, exceto Carter. E ele nunca planejou deixá-la ir embora; mesmo quando ela não aprova seu estilo de vida sinistro. Mas apesar da desaprovação de Sloan, Asa sabe o que é necessário para ter o que quer, e ele o fará. Ele sabe o que ele precisa para continuar no topo, e ele o faz. Sloan é a melhor coisa que já aconteceu para Asa. E se você perguntá-lo, ele diria que ele é a melhor coisa que já aconteceu para Sloan. Nada entrará em seu caminho. Nada, exceto Carter.

*Essa história possui MUITOS gatilhos. Se você já passou ou tem trauma ou reações adversas com cenas de estupro, violência, relacionamento abusivo, PARE aqui. Essa resenha não é para você* 

Quando você pensa que não existe mais maneiras da autora arrancar teu coração, Colleen Hoover com o pseudômino de C. Hoover te destroça. Confesso que esperei quase 1 ano desde o lançamento do enredo para tomar coragem de ler. E hoje eu entendo porquê. Além de fortes emoções, você tem que ter estômago forte. Principalmente nós, mulheres.

Sloan é uma menina que sofreu desde criança. Filha de mãe ausente e drogada, ela ficou sem opções de vida quando conheceu Asa. Ele é um bandido que revende drogas e se acha dono da nossa protagonista. Com a única coisa que Sloan não é capaz de fazer, e a que mantêm presa a ele, Asa paga os tratamentos do irmão dela — ele precisa de tratamento médico constante que é fortuna por mês quando não subsidiado pelo governo. Stephen é a única pessoa na vida que Sloan se importa e faria qualquer coisa sem pensar. Com isso, ela é infeliz, vivendo uma vida que não que viver, com situações não normais acontecendo e que só irão acabar com a chegada de um homem.

1 de mai de 2017

[TAG] Dias da semana em livro

Vi essa TAG no Paraíso das Ideias e achei bem interessante a comparação com os dias da semana, principalmente considerando o que pensamos das segundas-feiras. Vamos lá conferir?

DOMINGO Um livro que você não quer que termine ou não quis que terminasse.


Se pudesse eu faria uma lista com 50 livros que se encaixariam nesse tipo, quando o livro é apaixonante ninguém quer que ele termine, não é mesmo? Mas eu tenho que escolher, então lá vai: Harry Potter, gente eu sou viciada nessa saga. Cresci lendo e vendo os filmes e a magia não vai acabar nem quando eu for velhinha.

29 de abr de 2017

[Lançamentos] Rouxinol Editora abriu edital para contos



A Rouxinol Editora abriu o edital para a antologia de seres e figuras mitológicos aquáticos que será organizada por Daniela Garcia Bezerra e Gustavo Rosseb.
A antologia recebeu o título Por baixo d'água, os autores poderão enviar seus contos (http://migre.me/wvec6) até o dia 31 de maio e participar do grupo de discussão (http://migre.me/wveg6) da antologia no Facebook.

Os escritores devem enviar os contos para o e-mail: rouxinoleditora@gmail.com e no corpo do e-mail da inscrição é necessário conter os seguintes dados: Nome Completo; Data de Nascimento; E-mail; Título do Conto; Pseudônimo/Nome (Que será usado no livro).

27 de abr de 2017

[Resenha] Bela Redenção

Livro: Bela Redenção #2
Série: Irmãos Maddox
Autora: Jamie McGuire
Editora: Verus Editora
Páginas: 302
Gênero: Romance/New Adult
Nota: 5/5
A aguardada continuação de Bela Distração Liis Lindy é uma agente do FBI decidida a se casar apenas com o trabalho. Ela adora sua mesa, está em um relacionamento sério com seu laptop e sonha em ser cumprimentada pelo diretor depois de solucionar um caso difícil. O agente especial Thomas Maddox é arrogante e implacável, um dos melhores que o FBI tem a oferecer — e chefe de Liis. Quando Liis e Thomas são encarregados de uma missão em que precisam fingir ser um casal, a atração entre eles chega ao limite — e os leva a questionar quanto realmente estavam fingindo. Bela redenção é o segundo volume da série que narra a excitante, romântica e por vezes volátil jornada dos Maddox rumo ao amor. Chegou a hora de conhecer o mundo misterioso do esquivo Thomas e descobrir como a paixão pode ser intensa quando você não é a primeira, e sim a última. Além, é claro, de rever os outros irmãos da família Maddox.

Depois de tanto tempo longe dos Maddox, resolvi pegar Bela Redenção para ver se voltava aquele sentimento todo pela escrita da Jamie McGuire. Tiro em certa. A autora me relembrou como é estar dentro dessa família dos homens mais queridos e principalmente ver eles rendendo-se ao amor. Até agora, apesar do belo mistério que rondou a história toda de Bela Distração, Bela Redenção é o meu favorito.

Após o rompimento não querido com sua namorada, Thomas não quer mais saber de decepções amorosas, por isso resolve não querer mais mulher nenhuma e afunda no seu trabalho que é o FBI. Ao entrar no bar comumente frequentado, ele conhece uma mulher que abalará todas as suas estruturas, fazendo com que as poucos ela acabe tornando-se inesquecível.

25 de abr de 2017

[Resenha] Indecente

Livro: Indecente #2
Série: Selvagem Irresistível
Autora: Christina Lauren
Editora: Universo dos Livors
Páginas: 368
Gênero: Romance/Erótico
Nota: 5/5
Agora, elas estão de volta com o segundo volume da série “Selvagem Irresistível”. Aqui o jogo de sedução continua dessa vez com o casal Finn Roberts e Harlow Vega. Depois das memoráveis noitadas em Las Vegas – que deram origem a um conjunto de casamentos inusitados – Harlow reencontra o sexy pescador, desta vez em San Diego. Apesar do estranhamento inicial, a atração se revela mais forte, conduzindo-os a uma sequência de aventuras deliciosas. Christina Hobbs e Lauren Billings, conhecidas pelo pseudônimo Christina Lauren, causaram grande impacto com seu Cretino irresistível. A série entrou nas listas de mais vendidos no Brasil e é best-seller do USA Today e do The New York Times.

Era para ler o livro somente no mês seguinte. Como disse, era. Porque a escrita da autora te conquista tanto que fiquei tentada a ler o segundo e adivinhem? Terminado em menos de 2 dias.

Em Indecente teremos a continuação da história dos 3 amigos que casaram-se com 3 amigas em Vegas, e agora conheceremos melhor a Harlow Vega. Uma jovem que não tem nenhum pudor da sua vida sexual, engraçada, sexy, sarcástica, quando foi curtir sua viagem de formatura acabou conhecendo Finn Roberts. Finn — um dos dois amigos do Ansel — acaba sendo bastante inconsequente casando-se com Harlow. Depois da anulação e agora o convívio direto dos dois pelo grupo de amizade formado, eles terão que lidar com as faíscas soltas de ambos os lados, afinal suas experiências únicas marcaram o casal. Será capaz do amor nascer diante dos problemas enfrentados? E mais ainda, será capaz dos dois reconhecerem e abrirem-se um para o outro?



Depois de várias comentários positivos, falando que no segundo livro a série melhora bastante, resolvi logo emendar na leitura, e olha que poder a autora tem de prender o leitor. Lidaremos novamente com um clichê, mas com um quê diferente, que te faz passar as páginas sem perceber.

23 de abr de 2017

[Resenha] Coração Ferido

Livro: Coração Ferido #1   
Autora: Chelsea Cain 
Editora: Suma de Letras 
Páginas: 328 
Gênero: Policial/Thriller  
Nota: 5/5 
O detetive Archie Sheridan passou dez anos perseguindo Gretchen Lowell, uma estonteante serial killer, mas foi ela quem o capturou. Dois anos atrás, Gretchen aprisionou-o e torturou-o por dez dias, mas, em vez de matá-lo, ela surpreendentemente o deixou partir, entregando-se à polícia. Agora ela está na cadeia pelo resto da vida enquanto Archie se vê em outro tipo de prisão - viciado em analgésicos, incapaz de voltar à sua antiga vida e sem forças para apagar aqueles dez dias horrendos de sua lembrança. Sua mulher, de quem se afastou, diz que o velho Archie não existe mais, e ele concorda. As visitas a Gretchen são semanais, com a justificativa de que só ele pode fazê-la confessar onde estão os corpos das vítimas. Mas Archie sabe qual o real motivo - ele simplesmente não consegue ficar longe dela. Quando outro criminoso começa a sequestrar meninas em Portland, Archie tem que se recompor para liderar uma nova força-tarefa que investigará os assassinatos. Uma repórter jovem e determinada, Susan Ward, acompanha o trabalho do grupo, o que desencadeia um jogo mortal entre Archie, Susan, o novo serial killer e até Gretchen. Eles têm um maníaco para capturar, e talvez isso liberte Archie de Gretchen de uma vez por todas.

Coração Ferido é aquele tipo de livro que engana você pelo título, não tenha esperanças de encontrar romance e vê um casal apaixonado, Gretchen é cruel e é aí que mora a beleza. 

A história gira entorno de Archie Sheridan, um detetive que teve um serial killer como seu primeiro caso. Dois anos se passaram até que Gretchen Lowell foi pega e isso custou mais que os anos ao detetive Sheridan, custou sua própria vida. Após ser resgatado, Archie se encontra viciado em remédios, destruído e com um estranho elo com sua raptora, que se encontra na prisão. Sem fé em si mesmo, tudo muda quando novos assassinatos começam a assombrar novamente a cidade de Portland e ele se vê mais uma vez imerso no caos ao ter que liderar a recém ativada força tarefa Beleza Mortal. Dessa vez ele conta com ajuda de Susan Ward, uma aspirante a repórter que trabalha no jornal da cidade, o Herald. Susan fica responsável por cobrir todos os passos de Archie e de sua equipe enquanto investigam essa nova onda de assassinatos.

21 de abr de 2017

[TAG] Livros Únicos

Porque se não houver TAG no mês, não é o Leituras Diárias. Confesso que tive dificuldades enormes de respondê-la, afinal a maioria das minhas leituras são séries ou são livros que fazem parte de uma série mesmo sendo independentes, por isso quando vi o vídeo do Geek Freak, resolvi quebrar um pouco a cabeça. Como o próprio título já diz, a aqui consiste responder perguntas com livros de volumes únicos, sem qualquer ligação com outros obras ou algo parecido. Vamos lá?


1) Um livro único que te deixou querendo mais, ou desejando uma continuação.


Duff da Kody Keplinger. É um livro tão engraçado mas que ao mesmo tempo trabalha com assuntos sérios, como bullying, que você simplesmente não quer que acabe. É uma história "leve" apesar do tema de fundo, totalmente diferente do filme lançado e que despertar o interesse para uns romances mais lights.
Resenha Duff