24 de nov de 2016

Resenha - E Viveram Felizes Para Sempre

Livro: E Viveram Felizes Para Sempre #9
Autora: Julia Quinn
Série: Os Bridgertons
Editora: Arqueiro
Páginas: 255
Gênero: Romance de Época
Sinopse: "Alguns finais são apenas o começo... Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos... Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza. Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes? A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, em E viveram felizes para sempre, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton. Veja como tudo começou e descubra o que veio depois do fim desta série que encantou leitores no mundo inteiro

Reviver as histórias da família Bridgerton é sempre como abrir um baú da saudade que com certeza você terá risadas e choros. E com E Viveram Felizes Para Sempre foi assim. Prepare seu coração para ler novamente sobre cada filho e filha, e um próprio epílogo da Violet. Porque emoção com eles, nunca é demais.

Esse livro nos trará um segundo epílogo de cada volume da série, ou seja, teremos um segundo epílogo para cada irmão. Julia Quinn tentou responder as perguntas dos fãs que queriam saber algo específico de cada livro. Com um carrossel de emoções, podemos dizer que você encontrará tudo presente na trama.

"Ter 41 anos definitivamente não a tornava velha demais para ter um pouquinho de prazer com o desconforto dos irmãos." pag. 28

O Duque e eu, terá como segundo epílogo a motivação do Simon em querer abrir as cartas que há 20 anos seu pai lhe deixou. Ao meu ver um dos mais fracos. Apesar do motivo ser lindo e de grande importância, não foi um dos melhores encontrados. Acredito que poderia ter trabalhado mais essa própria fraqueza do Duque. O Visconde que Me Amava trará uma das histórias mais hilárias e contagiosas de todos os noves epílogos. Aqui teremos uma partida de Pall Mall onde já sabemos que a família é bem competitiva quando se trata desse jogo. Veremos novamente a cumplicidade de Kate e Anthony mas principalmente a interação e o divertimento da família em modo geral. Aguarde altas gargalhadas.

Em Um Perfeito Cavalheiro fugiremos um pouco do casal principal, porém teremos uma história que todos aguardavam que era o final feliz de Posy, a meia irmã bondosa da Sophie. Vai ser uma paixão rápida, até porque epílogos são bem rápidos, mas que nos mostra o amor à primeira vista. Um adendo e enorme é o erro de revisão esdrúxulo que houve. Nossa protagonista tem o nome SophiE e não Sophia como aparece várias vezes. Arqueiro pecou demais nesse erro. A história de Colin e Penelópe, bem não poderia ser diferente se não girasse em torno da nossa protagonista ser a Lady Whistledown. Aqui veremos a reação da Eloise ao saber que a sua amiga é a dona da revista. E é outro conto para você rir. A personalidade de Colin, Penelope a Hyacinth estarão em suas melhores formas cômicas e é risada na certa. Adorei demais esse também.

"Ela não se importava. Os Bridgertons gostavam de suas explicações. Eles gostavam dela. Ainda melhor, ela gostava de si mesma. O que era mais importante do que ela jamais percebera." pág. 69

Outra quebra de protagonista, e veremos a Amanda, filha do Philip do seu primeiro casamento encontrando seu verdadeiro amor e mostrando sua devoção a Eloise. Mais do que propriamente o romance, aqui teremos cumplicidade de madrasta e filha e ela com o pai. Veremos a evolução do relacionamento deles e a personalidade da Eloise intacta. Vai ser um daqueles que te toca. Um Conde Enfeitiçado é o que carrega mais drama e tensão. A autora terminou o livro da série de uma maneira que ninguém esperava, afinal, durante a narrativa toda Francesca e Michael queriam um filho e ao chegar ao final nos deparamos que ela não teve o dito cujo. Quando se é falado que a trama aqui se tratará disso, coloque o coração na boca porque um carrossel de emoções é o que você terá.

A segunda parte do enredo da Hyacinth também não poderia ser além da busca pelo colar de diamantes em sua casa. Já sabemos que sua filha Isabella os encontrou, contudo o que ninguém esperava é que ela tivesse guardado para ela, fazendo com essa busca durasse 15 anos. Como a própria personalidade da personagem principal já é cômica, junto com a sua filha que tem a personalidade idêntica, alguns sorrisos irão se abrir. Não é que talvez, sua filha trame para a mãe achar o colar?

"Ela tentava esconder sua tristeza. Tentava sorrir à mesa do café e fingir que não se importava de ter um pedaço de pano entre as pernas, mas Michael sempre via em seus olhos e parecia abraçá-la mais forte ao longo do dia, beijar sua testa com mais frequência."  pág. 140

Como sempre, a tensão tem que estar presente e em A Caminho ao Altar temos uma nova surpresa de colocar o coração na boca. Lucy está dando a luz ao seu último filho quando uma inesperada situação acontece deixando Gregory aflito. Ao mesmo tempo veremos como ocorre a escolha do nome dos mais novos membros da família. Essa adição de história é de uma delicadeza e nervosismo ao mesmo tempo. Também considero uma das melhores daqui. Por última mas não menos importante temos algumas passagens de Edmund com Violet em O Florescer de Violet. E em poucas páginas, a autora conseguiu resumir o que essa mãe nos demonstrou em toda a série. Achei acertada o final que ficou decidido para ela e emocionante. E paralelamente assim também conheceremos um pouco do patriarca da família o que não se pôde fazer durante a trajetória casamenteira dos filhos.

É triste ter que me despedir, novamente, dessa grupo que me cativou e me acompanhou durante 3 anos desde seu lançamento. A saudade fica, mas o contento de ler é maior ainda. Adorei demais essa surpresa que Julia nos fez. Recomendo muito para quem é fã e ama essa família. 

E vocês, gostam da família? Já leram Julia Quinn? Deixa nos comentários (;

16 comentários :

  1. Eu tenho os seis primeiros livros dessa série, mas ainda não tive a chance de começar a ler. Assim que eu completar a minha coleção, quero tirar uma semana para fazer maratona Julia Quinn! rs...
    Só fico imaginando que vou ficar assim como você, cheia de saudades! Quando a série é boa, é difícil se despedir, né?! rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  2. Estou contando as horas para receber o meu exemplar para ler! O seu texto ficou muito bom e me deixou ainda mais curiosa!!!

    ResponderExcluir
  3. Ana tudo bem?
    Infelizmente dessa vez o livro não despertou meu interesse, mas fiquei apaixonada pela sua forma de escrever fico feliz que tenha gostado da obra.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Sou super, hiper, mega fã dos Bridgertons. Tenho toda a serie e já nem sei mais a quantidade de vezes que reli. Esse ultimo livro é perfeito. Chorei litros com a historia da Violet e a lembrança de uma mulher sozinha que criou tantos filhos apos perder o homem que amava. A julia é uma diva. Sou fã de carteirinha. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que esse deve ser um dos presentes mais lindos de um autor para os fãs...
    Por mais que a série fale de um casal a cada livro e que a gente reveja os personagens ao longo da série, sempre fica a pergunta de o que aconteceu depois, e poder saber o que acontece depois de um tempo do felizes para sempre é o que mais me chama a atenção e me deixa curiosa com o livro.
    Ainda não li a série, mas tenho a maior vontade :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  6. Li várias resenhas sobre essa série e vi na Americanas,aqui na minha cidade, um dos livros. Pretendo começar a acompanhar a saga da família Bridgertons, no ano que vem. Cada vez que leio uma resenha fico com mais vontade de fazer a leitura dessa série.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Li várias resenhas sobre essa série e vi na Americanas,aqui na minha cidade, um dos livros. Pretendo começar a acompanhar a saga da família Bridgertons, no ano que vem. Cada vez que leio uma resenha fico com mais vontade de fazer a leitura dessa série.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Tentei evitar alguns spoilers do último livro que ainda não li, por isso dei uma lida por cima. Mas achei muito interessante lançarem esse livro para fechar com chave de ouro a série, ficou tudo muito legal.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana, só falta este livro para completar a série, não vejo a hora de ler. É triste mesmo ter que se despedir de uma família tão querida como são os Bridgertons.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Nãi li nenhum livro da série ainda, e tenho vontade.
    Confesso que nem li a resenha com medo de Spoiler rsrs
    Mas gostei muito do que a autora fez, tem várias séries que eu gostaria que fizessem isso.

    Boutique de Clichês

    ResponderExcluir
  11. Oiee, tudo bom? Que resenha linda! Eu achei que esse livro fosse um romance de algum personagem, e não uma reunião de novos epílogos para cada livro da serie. Fiquei surpresa. Eu ainda estou no terceiro dos Bridgertons, então demorará um pouco até eu ter a chance de ler Felizes para Sempre <3

    beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Ótima resenha flor.
    Eu to louca para o meu exemplar chegar para me emocionar mais uma vez com essa família linda. Sua resenha me deixou ainda mais ansiosa. ^^

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. oi, flor... apesar de ver o quanto tem de leitor de Julia aqui no Brasil,nunca me animei pra conhecer suas obras... então é um livro que não vou colocar na meta, pois não pretendo ler os anteriores... mas aposto que os que estavam já se despedindo da série, devem ter amado esse novo livro...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ana ^^
    Faz um tempinho que desejo começar essa série, até porque ainda não passei a explorar a temática dos romances de época. Os Bridgertons são a minha primeira opção mesmo não sabendo se vou gostar dos dramas, a Lady Whistledown é a que mais me motiva a começar essa leitura pois me lembra muito a misteriosa fofoqueira da série Gossip Girl.
    Lendo sua resenha, recebi um tremendo spoiler!!! Sorte que logo apaguei o nome comecei a passar os olhos rapidamente pelos parágrafos sem me apegar a nada, me foquei somente nas suas sensações quanto aos epílogos definitivos que a autora deu. E que notícia boa ver um autor entregar os questionamentos dos seus fãs em um volume para fechar de vez a história dos seus personagens. Quem sabe agora não vemos essa família da Violet nos cinemas, hein? rs
    Parabéns pela resenha e por não desistir dessa família no decorrer desses três anos de leitura, Ana. ^^
    Ah, e essa capa é muito linda! Arqueiro arrazou!
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá, como vai?
    Acho essa série tão, tão, enjoativa. Sei lá pelas resenhas que já li, os personagens são muito caricatos, não senti conexão com nenhum talvez seja pela explosão de clichês que vemos. Mas que bom que você gostou de acompanhar.

    ResponderExcluir
  16. OI!!


    Ainda não li essa série, mas sempre leio elogios maravilhosos sobre a mesma. E o legal que a autora considerou responder as cartas dos fãs e solucionar as dúvidas e lançou essa obra, onde narra um pouquinho de cada um, mostrando a união da família. Beijos!

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)