18 de ago de 2016

Resenha - Ligeiramente Maliciosos

Livro: Ligeiramente Maliciosos #2
Série: Os Bedwyns
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Gênero: Romance de Época
Sinopse: "Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima. Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor. Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith. Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora? Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro."

Mary Balogh nos faz entrar na vida do Rannulf, o irmão do meio da família Bedwyn. Conheceremos seu lado menos fechado e mais amoroso. De uma pessoa contra casamentos, achando que não tinha sentido para a vida, vemos uma mudança para um homem que encontrou uma meta e junto o amor.

Ao viajar para casa da sua avó, Ralf encontra uma diligência quebrada e nela encontra Judith Law, uma mulher que está indo para casa da sua tia para trabalhar. Os dois não querendo serem reconhecidos, utilizam-se de nomes falsos e acabam vivendo um dia completamente diferente. O que não esperavam é que futuramente iriam encontrar-se novamente e em situações difíceis.

"Na verdade, era um alívio saber que era um casamento com amor. Os Bedwyns tinham a reputação de serem indomáveis, arrogantes e até mesmo frios. Mas também havia a tradição de se manterem fiéis aos cônjuges depois que enfim se casavam." pág. 11

É um livro completamente distinto dos mais famosos do gênero. A escrita da autora é muito mais puxada no romantismo e no drama. Sempre teremos declarações de amor e uma paixão avassaladora junto com algum mistério ou acontecimentos a serem resolvidos. Confesso que estava esperando menos da história pois apesar de seu antecessor nos mostrar o Ralf pelo ponto de vista do irmão, não nos aprofunda na personalidade dele. O que nos deixa com um ponto escuro do que viria. E isso me surpreendeu porque esperamos que a família Bedwyn seja formada de irmãos austeros, fechados, com a essência de cumprir seus deveres, porém aqui e no antecessor vemos isso ir por água a baixo quando os dois protagonistas se apaixonam.

Judith também foi uma surpresa. Diferente da família, insegura e muito altruísta, achei que ela iria se perder durante a história. E o que vemos aqui é o oposto. Ralf fez ela crescer, ter autoconfiança e mesmo com essas mudanças, sua personalidade não é deixada para trás. Isso dá um pouco mais de credibilidade a essa transição pois não foi uma situação forçada. Tem também a questão da insegurança dela não ser o ponto chave da trama. Eu sou conhecida por odiar mocinhas que tem autoestima baixa, que se autodepreciam porque em certo momento isso torna a personagem chata. Encontramos o oposto. No momento em que seu lado retraído começa a aparecer e tomar proporções negativas dentro dela, ela tenta pensar positivo e dar a volta por cima, tenta tirar vantagem de situações sem saídas.

"A vida injusta às vezes. Uma única vez na vida, ela se permitiu um breve e magnífico sonho roubado. Não esperara ou exigira que fosse prolongado. Quisera apenas que a lembrança daquele sonho durasse para o resta da sua vida." pág. 98

Um ponto a ser levantando também é que nos lembramos um pouco de Cinderela. Temos a situação dela ser empregada, tendo uma tia e prima que a humilham entre outros. Contudo é só uma situação breve, pois depois vemos a narrativa seguindo outro fluxo.

As melhores cenas são os diálogos do casal. Com pegada sarcástica, um pouco de humor aparecendo, vemos que eles dão certo logo de cara e que queremos já os dois juntos. E novamente destaque para o Wulf, o irmão mais velho que sempre aparece para ajudar no final. Já estou super curiosa e quero muito ler o livro dele.

"Insegurança, dúvida e ansiedade eram emoções totalmente novas para um homem que cultivara o tédio e o cinismo por toda a vida adulta." pág. 191

Com uma escrita fluida, leve, a leitura é rápida e envolvente. Também é um ponto positivo a escolha da capa que tem haver com as narrativas alternadas entre os dois protagonistas. A diagramação é a comum usada pela editora e é simples. Ainda espero ver mais capricho para esse gênero vindo da Arqueiro porém eles já melhoraram muito de erros passados esdrúxulos.

E vocês, já leram a série ou a autora? Tem curiosidade? Deixa nos comentários.

17 comentários :

  1. Oiii Ana, como vai?
    Infelizmente dessa vez eu irei pular a dica, normalmente romances de época não costumam me agradar, mas fiquei encantada com a sua resenha <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Eu não tenho paciência para romances de épocas e, embora boa parte desse ódio seja preconceito, acredito que se lesse não gostaria. Este livro, como todos do gênero, não me interessou muito. Mas devo admitir que a capa é bem bonitinha. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi, gostei da sua resenha, mas livros de romance de epoca não fazem o meu estilo, então vou deixar passar a dica, mas achei sua resenha muito bem escrita e construida e para quem gosta desse gênero é uma ótima pedida.
    bjus

    ResponderExcluir
  4. Não conheço a série mas achei bem interessante. Tem uma ordem pra ser lido?

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Não li os outros livros da série, pois não sou muito adepta a romances de época, mas fico feliz que você tenha gostado tanto do livro.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Ainda não li os livros da série, mas gosto bastante do gênero e fiquei muito empolgada para me aventurar nas tramas da autora.
    Gosto quando a narrativa alterna entre os personagens. Isso deixa mais interativo na minha opinião.

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei sua resenha, muito bem escrita. Porém esse estilo de livro não chama minha atenção, infelizmente terei que pular essa dica :/

    ResponderExcluir
  8. Oi que resenha mais linda...
    Eu sou louca por Romance de época e essa sem série sem dúvidas é uma que quero muito ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu não li o primeiro livro da série, comecei pelo segundo, mas amei demais a história de cada um! As personagens são marcantes e me impressionam por não serem frágeis demais e estar além de seu tempo. Eu adorei a Judith! <3
    Eu vou tentar ler o primeiro ainda esse ano!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. Eu comecei a leitura da série exatamente por esse livro e acho que não teria como ser um melhor início. Adorei a história dos dois, o fato de os dois esconderem sua identidade ao mesmo tempo e hilária o reencontro dos dois. é um casal que combina logo de cara, e a cada página eu torcia para chegar logo o momento do felizes para sempre mas não queria perder nenhum detalhe do caminho dos dois. A Mary arrasa!!!!
    E cade o livro do Wulf??? Deve ser incrível já que ele conquista mesmo com poucas palavras...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  11. Olá! Li o "Ligeiramente casados" e me encantei pela escrita da autora. Pelo visto, também vou adorar esse romance com toque de drama! Adoro quando a autora utiliza humor e sarcasmo nos diálogos e amo observar o crescimento dos protagonistas! Vou ler em breve!
    Valeu a dica!

    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Muito legal sua resenha, sucinta mas ao mesmo tempo objetiva. Já vi uma resenha ou outra sobre os livros da autora desde seu lançamento, e apesar de ser uma romântica incorrigível, rs, não sou muito chegada nos romances de época, então acabo deixando passar a maioria das indicações, mas se caso um dia me interessar, já vai ser bom saber que, nesse caso, pelo menos, a narrativa da autora é boa e seus personagens cumprem bem seus papéis na história, principalmente o fato da mocinha não ser do tipo indefesa e sem atitude, pelo o que entendi da sua resenha, também não gosto desse tipo de personagem e valorizo demais quando são bem construídos.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  13. Eu sou apaixonada por romances de época e essa série é uma das minhas queridinhas do coração!
    Esse era o meu livro preferido (mas aí, depois do terceiro tudo mudou - hahaha), me apaixonei pela história de vida da Judith e achei o romance entre ela e o Rannulf muito fofo. *-* E lembra mesmo a história da Cinderela, acho que talvez isso me fez amar ainda mais a história.
    Espero que continue a ler os próximos, são tão bons quanto esse.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oieeeee, tudo bem?? Faz teeeempo que tô de olho nessa série e essa história em particular me chama muito atenção pela semelhança com a história da *minha amada* cinderela!!! Mas o fato de ser uma série faz com que eu adie essa leitura sempre pq tô super empacada em várias séries. Parabéns pela resenha :* Bjoss


    http://porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Preciso dizer que esses romances de época contemporâneos não me chamam muito atenção. Acho lindo as capas e sempre leio resenhas elogiosas, mas não me sinto estimulados a lê-los. Acho tudo muito parecidos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá adoro romances de época, eles chegaram contudo e resolveram ficar de vez...mesmo não sendo muito minha praia eu gosto de conferir um bom título do gênero. Essa serie eu não li nada ainda, minha mãe tem os primeiros exemplares, gostei bastante da sua resenha e vou pegar os livros emprestados da minha mãe, kkk

    Abraços

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)