7 de jul de 2016

Resenha - Os Instrumentos Mortais, Cidade dos Anjos Caídos

Livro: Os Instrumentos Mortais, Cidade dos Anjos Caídos #4
Série: Instrumentos Mortais
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 362
Gênero: Fantasia
Sinopse: "A guerra acabou e Caçadores de Sombras e integrantes do submundo parecem estar em paz. Clary está de volta a Nova York, treinando para usar seus poderes. Tudo parece bem, mas alguém está assassinando Caçadores e reacendendo as tensões entre os dois grupos, o que pode gerar uma segunda guerra sangrenta. Quando Jace começa a se afastar sem nenhuma explicação, Clary começa a desvendar um mistério que se tornará seu pior pesadelo."

Um livro com misto de sentimentos. Tinha tudo para ser um dos quais mais se destacariam pra mim na série. Como disse, tinha. Em apenas 2 páginas, e as duas páginas finais, Cassandra conseguiu destruir todo o sentimento que tinha pelo livro.

4° livro da saga dos Instrumentos Mortais e começando um novo ciclo, Cidade dos Anjos Caídos vai se iniciar 2 meses após o final de Cidade de Vidro e vai falar como anda a vida dos nossos velhos amigos. Clary, agora aprendendo a ser uma caçadora de sombras, tem sua vida feliz com Jace. Porém isso pode estar com dias contados pois após o que aconteceu ao Jace, ele está vunerável a certas situações. O amor dos dois será colocado em jogo.

"- O sangue do Paraíso os une - disse a Rainha. - Sangue chama sangue, por sob a pele. Mas amor e sangue não são a mesma coisa." pág. 78

Apesar de ter ouvido muitos comentários negativos, falando que esse livro era o mais chato da série eu resolvi tentar ele para #MLI2016. Confesso que nos outros anos fui influenciada por essa opinião e acabava deixando de lado, já que no o seu antecessor fechava um arco e para mim é o melhor livro de ITM. O que foi uma bela surpresa é que ao começar a ler adorei a escrita e a forma como as coisas estavam acontecendo. Simon com um pouco mais de destaque, Isabelle também, alguns personagens secundários também aparecendo mais e claro a história do nosso casal principal também acontecendo. Uma coisa que diferencia esse de todos os outros é que nenhuma história foi deixada de lado, tudo aconteceu ao mesmo tempo e tudo é interligado. Muita pessoas reclamaram do drama que envolveu Jace e Clary, porém como fã também de romance achei positivo e gostei. Mais para o final vimos que esse drama foi necessário com tudo que estava por vir. 

Até ai tudo bem, tudo funcionando e fluindo. A autora pegando cenas e acontecimentos no passado e encaixando, porém dando uma novo sentido e função. E foi ai que também a autora pecou: o excesso de acontecimentos passado. Nas duas últimas páginas, algo que já virou marca dela, surge reviravoltas e  situações que não esperávamos. E achei desnecessário. Não concordo com o final, não concordo com os acontecimentos finais e não concordo em trazer para trama personagens que ao meu ver não acrescentariam em nada. Acabei o livro tem alguns minutos e sim o sentimento é de raiva. Não sei o que esperar dos livros posteriores. Achava que a autora poderia ter inovado? Sim! 

"—Passei uma década usando — explicou — Parte de mim está nele. Significa que confio a você o meu passado e todos os segredos que ele carrega." pág. 350

Porém isso não tira o mérito de ter passado o livro inteiro adorando a nova forma que nos é apresentado a história. Novos pontos de vistas, essa inclusão maior dos secundários, deles tendo papéis fundamentais e mesmo querendo estrangular a titia Cassandra, eu fui conquistada ao ponto de querer continuar conhecendo esse mundo. Eu tinha esquecido o quanto esse universo de Shadowhunter é único e o quanto fantasia sempre me fascinou. Foi bom mais uma vez sorrir, querer matar alguém, chorar, rir com coisas fantásticas. E a escritora me trouxe isso de volta.

O que se resume nesse é uma introdução para um "novo" arco dentro de Instrumentos Mortais. É uma nova história, com nossos personagens já conhecidos. Quem leu o terceiro não necessariamente precisa ler esse porque uma parte da história se fecha nele, todavia quem quer começar fica muito difícil engrenar e até mesmo entender algo porque vai ter referências dos seus antecessores.

"— Então está tentando deixá-la feliz mesmo sabendo que o motivo pelo qual ela está infeliz é você — disse Simon, sem muita gentiliza. —Parece contraditório, não? —O amor é uma contradição." pág. 144

Essa foi uma das minhas leituras obrigatórias da #MLI2016 que já falei aqui, então primeiro livro: cumprido!  Semana dos encalhados está se saindo melhor do que eu imaginava, porém ainda tenho mais um.

E vocês, são fãs de Instrumentos Mortais, já leram algum livro da Cassandra Clare ou tem vontade de ler? Deixa nos comentários (;

6 comentários :

  1. Olá, xará. Tudo bem?
    Eu só li o primeiro livro da saga Instrumentos Mortais, tenho o segundo aqui, mas irei esperar completar o resto da coleção para lê-la. Que pena que a autora pecou tanto assim, isso desanima bastante a começar a leitura. Já vi uma pessoa com a opinião igual, infelizmente. Mas tomara que nos próximos livros melhore!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ana.

    Primeiro tenho que elogiar a resenha, gostei muito. Mas infelizmente não curto os livros da série, até tentei ler Cidade dos ossos, mas não rolou. Talvez por eu está ficando velha e chata. Haha Antes adorava romances juvenis sobrenaturais. Agora passo. Mas adoro ver a animação dos fãs, pois a maioria das minhas colegas amam a série, e só faltam me bater se eu falar qualquer coisa. Boa sorte na maratona.

    beijinhos!
    http://chalecult.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nenhum livro da Cassandra, mas tenho muita vontade de comprar essa serie, vi o primeiro filme e gostei, pensei até em assistir a serie na Netflix! Gostei bastante da sua resenha e também estou na luta para ler uns livros encalhados aqui, mas em duas semanas só consegui finalizar um.
    Boa sorte para nós rsrs.

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Esse foi o último livro que li da série, ainda tenho que ler os outros. Ele é um dos que menos gosto até agora, meu favorito é Cidade de Vidro, o terceiro livro.
    Realmente acho que algumas coisas foram desnecessárias nesse livro, mas vou confiar na tia Cassandra e ler os outros para ver se gostarei.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  5. Olá flor, preciso retomar minha leitura da série, li apenas os dois primeiros livros...adorei a resenha, parabéns!

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Gente, tai uma série que nunca vai conseguir me pegar de jeito, eu já tentei me apegar a ela de todas as formas possiveis, tentei ler o livro, não consegui, assisti ao filme, não gostei, e parei a série de tv no primeiro episódio kkk, acho que realmente irei desistir

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)