22 de fev de 2016

Resenha - Outlander

Livro: Outlander - A Viajante do Tempo #1
Série: Outlander
Autora: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência
Página: 800
Gênero: Romance Histórico/Fantasia
Sinopse: "Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros. Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?"

Por já ter visto a série, iniciei o livro com uma boa ideia do que aconteceria. O choque veio ao quanto a série é fiel aos livros. A todo momento me lembrava da série e a encaixava na história.

Diana teve uma sensibilidade grande ao nos trazer nas primeiras páginas um pouco do passado da Claire, sua vida atual em 1945, e tudo que levou a viagem no tempo para o século XVIII. Confesso que estava muito temerosa do livro ter narrativa ou descrições demais de acontecimentos (por ser um calhamaço), porém ao contrário de tudo isso eu consegui ver uma escrita rica. O livro só é grande por conter uma grande quantidade de história entrelaçadas ao tema central.

Com a viagem no tempo, teremos a entrada de Jamie, Dougal, Jonathan, Colum e outros personagens que serão chaves por toda leitura. Retratar os costumes da época e a Escócia "antiga" com certeza exigiu muito da autora. E conseguiu nos transmitir isso claramente e em excelência. Nos primeiros momentos da protagonista já no século XVIII, temos a guerra dos escoceses com os ingleses e nesse entorno entre o tempo que a Claire estava confusa de onde estava e da vontade de querer ir embora, temos detalhes riquíssimos das Terras Altas.

A história é dividida por partes, onde cada uma conta uma aventura diferente. Uma das minhas partes favoritas, que é a Parte III - Na Estrada, você encontra desde as lutas dos escoceses até momentos de risos entre Jamie e Claire. Se percebe que a história em nenhum momento se perde ou se desvia. E disso surge o romance da Claire e do Jamie por uma necessidade. O amor dos dois vai crescendo com o andar do livro, e não é uma coisa repentina. Entretanto ela sempre lembra de Frank, seu marido em 1900, e isso faz com que tenha uma batalha entre sua razão e sua emoção. Essa luta vai até meados do livro.

"-Ah, sim Sassenach - respondeu ele, um pouco melancolicamente. -Eu sou seu senhor...e você é minha senhora. Parece que não posso possuir sua alma sem perder a minha."

Uma das partes mais tocantes e mais difíceis de ler com certeza foi as partes finais. Acontecimentos e reviravoltas, lhe fazem ter estômago forte para ler algumas coisas. E ai também entra mais uma vez o quanto a série foi fiel ao livro. Apesar de desmembrar a ordem cronológica de como os fatos seriam passados, quase nada foi modificado.

Não podemos definir Outlander só como romance histórico ou fantasia ou literatura romântica. Outlander é um prato cheio pra qualquer pessoa que queira ler. A autora conseguiu fazer um limiar entre vários gêneros que te prendem. Vou ser suspeita agora, por já AMAR o livro, em indicar à alguém ler, todavia é impossível deixar isso passar. O livro nos traz um frescor de objetos diferentes, tira a mesmice que está presente em massa no mercado. E olha que o livro foi lançado em 1991. Narrado praticamente pelo ponto de vista da Claire, não tenho o que tirar nem por. Diana fez um ótimo trabalho e já estou ansiosa para continuar a série.

Ah, parece que chegaram ao fim os trabalhos do selo Saída de Emergência, por isso todo o catálogo deles irão passar agora a receber o selo da Editora Arqueiro, ou seja, Outlander agora será publicado pela Arqueiro. Atualmente já temos 4 livros lançados, sendo que 3° livro foi dividido em duas partes, e agora em Março será lançado a primeira parte do 4° livro que também será dividido em duas. A série atualmente tem 8 livros.

E ai ficaram com um gosto a mais de conhecer a Sassenach e as aventuras desse casal? Deixa nos comentários a opinião (;

6 comentários :

  1. Quando vi a quantia de páginas, me assustei, hahahaha. Mas se for um livro bom, vale a pena ler até mais que isso. A sinopse já me deixou louca para ler o livro. Não sabia que tinha uma série também.

    Beijos,
    Leia a resenha de "Lugares Distantes"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também me assustei muito com a quantidade de páginas, mas a leitura conseguiu ser fluida. Vou ser suspeita, entretanto recomendo MUITO mesmo. Vale a pena cada página!

      Excluir
  2. Para um livro ter 800 páginas, a história ter que ser muito, mais muito boa para poder prender o leitor, e me pareceu ter uma trama realmente muito envolvente, e diferente do que to acostumada a ler, e mesmo assim me cativou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como já falei sou suspeita pra falar pois amei MUITO! Super recomendo dar uma chance (;

      Excluir
  3. EU QUERO! Cara antes mesmo de sair a série ja queria ler, adorei a trama que a autora criou, so nao sabia que era enorme assim o livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha pois é tamanho assusta, mas vale correr o risco e ler (;

      Excluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)